A loucura presente no cotidiano é discutida em episódio inédito da série Filosofia Pop. No ar dia 21/10, segunda, às 23h, no SescTV, a produção tem apresentação da filósofa Marcia Tiburi

Novo episódio da série Filosofia Pop debate, dia 21/10, segunda, às 23h, no SescTV, o conceito de loucura no cotidiano além da área psíquica, expandindo-se para campos como das artes, filosofia e literatura. Com apresentação da filósofa Marcia Tiburi e direção de Esmir Filho, a produção conversa sobre o tema com a participação do ator Mariano Mattos Martins e do professor de literatura brasileira Manoel Ricardo de Lima (Assista também em sesctv.org.br/ao vivo).

Marcia se apoia no pensamento de Platão (429 anos a.C.) para falar sobre a loucura, e comenta que o filósofo grego via esta manifestação como mania, algo que não era necessariamente positivo e nem negativo, mas, uma fonte de inspiração. Para a apresentadora, é muito mais que isto. “É uma maneira de ser que atinge os artistas e os poetas”, expõe. Já Manoel Ricardo diz que a loucura tem relação com o progresso, que afasta as pessoas dos modos de vida simples ou das vidas de modos simples, que, de acordo com ele, ainda podem ser chamados de coisas essenciais.

A loucura tida como negativa na filosofia, segundo Marcia, é vista com outros olhos pela dramaturgia, o que é confirmado por Mariano Mattos Martins: “No caso das artes, não só no teatro, ela é a matéria-prima mesmo. É um ponto de fertilidade, é um espaço que a gente pode acessar e treina para que nos dê chaves de conexão com a realidade”, explica o ator que acredita que no teatro a loucura e a lucidez caminham juntas. A apresentadora afirma que esta manifestação se desenvolve em parceria com a razão, podendo ser produtiva. “Ela é a fonte do próprio conhecimento, nesse caso, da arte como forma de conhecimento”, esclarece a filósofa.

Além disso, o episódio discute as práticas artísticas utilizadas em psiquiatrias e hospitais psiquiátricos como um canal para que a loucura ganhe espaço e seja aceita; fala sobre o fenômeno a partir de analises de personagens do teatro e da literatura, como Ofélia, da obra Hamlet, de William Shakespeare, e Emília, de O Sítio do Picapau Amarelo, de Monteiro Lobato; aborda o conceito de loucura com base no pensamento do filósofo Immanuel Kant, em seu livro Crítica da Razão Pura, que trata da teoria do conhecimento; apontam o silêncio como antídoto para escapar do delírio; e dialogam sobre o filósofo Nietzche, tido como um louco por ter a mania da razão.

Filosofia Pop foi gravada em diferentes unidades do Sesc em São Paulo, e o episódio Loucura tem como cenário o Sesc 24 de Maio, na capital. A série convida pensadores contemporâneos, de áreas diversas, para debaterem, entre si e com o público, temas distintos que dialogam com a filosofia e a vida cotidiana. Além dos convidados, cada episódio tem participação da plateia com perguntas.

Sobre a série

Realizada pelo SescTV, Filosofia Pop é uma idealização de Marcia Tiburi e Esmir Filho e estreou no canal em 2015, com 13 episódios de uma hora cada, tratando de assuntos como Deus; ética; pedofilia, drogas; mulher, poder e biopoder. Em 30 de setembro deste ano, a série ganhou outros 13, que abordam os temas prazer e trabalho; riso contemporâneo; morte e finitude; sexo e gênero; arte e política, natureza; velhice; loucura; dispositivos e vida; liberdade e encarceramento, dentre outros. Todos os 26 episódios já estão disponíveis para serem assistidos on demand, em alta definição e na íntegra, gratuitamente, em sesctv.org.br.

Todos os participantes dos novos episódios

Ailton Krenak, líder indígena e escritor; Anna Muylaert, cineasta; Ladislau Dowbor, economista e professor; Christine Greiner, professora de artes do corpo; Gorete Milagres e Mariano Mattos Martins, atores; Linn da Quebrada, atriz, cantora e ativista; Gaudêncio Fidelis, historiador e curador de arte; Débora Diniz, antropóloga; Manoel Ricardo de Lima, escritor; Benjamin Seroussi, curador e gestor cultural; Vagner Marques, historiador e mestre em ciências da religião; Roberta Estrela D’Alva, atriz e cantora; Jerá Guarani, professora e líder indígena; Marcelo Pelizzolli, filósofo; Daniel Kupermann, psicanalista; Tatá Oliveira, palhaça; Joice Berth, arquiteta e urbanista; Amara Moira; escritora e doutora em literatura; Dríade Aguiar, mídia ativista; Rosana Hermanne, escritora, roteirista e apresentadora de TV; Ricardo Antunes e Najara Lima Costa, sociólogos; Denilson Lopes, professor e pesquisador; Dina Alves e Márcia Rocha, advogadas.

Sobre o SescTV

SescTV é um canal de difusão cultural do Sesc em São Paulo, distribuído gratuitamente, que tem como missão ampliar a ação do Sesc para todo o Brasil. Sua grade de programação é permeada por espetáculos, documentários, filmes e entrevistas. As atrações apresentam shows gravados ao vivo com grandes nomes da música e da dança. Documentários sobre artes visuais, teatro e sociedade abordam nomes, fatos e ideias da cultura brasileira. Ciclos temáticos de filmes e programas de entrevistas sobre literatura, cinema e outras artes também estão presentes na programação.

Serviço

Novos episódios
Série: FILOSOFIA POP
Episódio: Loucura
Estreia: 21/10, segunda, às 23h
Reapresentações: 22/10, terça, às 11h; 23/10, quarta, às 21h; 24/10, quinta, às 10h; 25/10, sexta, às 19h30; 26/10, sábado, às 21h; e 27/10, domingo, às 19h.
Duração: 60 min.
Classificação indicativa: Livre
Apresentação: Marcia Tiburi
Direção: Esmir Filho
Idealização: Marcia Tiburi e Esmir Filho
Produtora: Claraluz Filmes e Saliva Shots
Realização: SescTV

On Demand

Todos os 26 episódios estão disponíveis em sesctv.org.br

Para sintonizar o SescTV

Canal 128, da Oi TV
Ou consulte sua operadora
Assista também online em sesctv.org.br/aovivo
Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv
E no facebook: https: facebook.com/sesctv

Anterior O duo de folk tropical Transe estreia álbum, Hora Dourada
Próximo Dilsinho lança seu novo álbum, intitulado “Quarto e Sala”