Pela primeira vez em Brasília, no Pontão do Lago Sul, o Festival Fartura – Comidas do Brasil harmoniza mais de 60 atrações gastronômicas a um lineup musical e cênico. Serão mais de 15 apresentações entre os dias 23 e 24 de março, que valorizam alguns dos talentos artísticos que formam a diversidade cultural do Planalto Central.

É o caso, por exemplo, do DJ Rodrigo Barata, que abre a programação em ambos os dias. Ele é um dos fundadores do Coletivo Criolina, grupo que promove shows, festas, festivais, blocos de Carnaval e outros eventos no Distrito Federal e em outros estados. No setlist, muita música brasileira, com influências afro-latinas e beats globais.

No sábado, dia 23, destaque para as apresentações de choro, gênero que chegou a Brasília ainda no período de construção da cidade. Formado por Reco do Bandolim (bandolim), Fernando César (violão 7 cordas), George Costa (violão 6 cordas), Marcio Marinho (cavaquinho) e Valério Xavier (pandeiro), o grupo Choro Livre promete um repertório de clássicos da MPB, fruto da parceria nos palcos com “monstros” como Nelson Cavaquinho, Moraes Moreira, Ivone de Lara e Paulinho da Viola.

O violonista Fernando César também fará um show solo, repleto de músicas de Pixinguinha, Benedito Lacerda, Sivuca e outras referências do choro, com a participação de Pedro Vasconcellos (cavaquinho), Thanise Silva (flauta), Tiago Tunes (bandolim) e Valério Xavier (pandeiro).

A agenda de sábado ainda inclui show do saxofonista (e cozinheiro) brasiliense Esdras Nogueira, da banda Móveis Coloniais de Acaju. Referência na cena instrumental brasileira, ele faz uma apresentação com influências do carimbó, do jazz, da salsa, do samba e dos ritmos africanos e latinos.

Já o quarteto de violões e percussão, formado pelos violonistas Manassés de Sousa, Claudio Alencar e Bosco Oliveira e pelo percussionista Sandro Alves tem repertório que vai “do popular ao improvável”, passando pelo rock, pelo erudito, pelo jazz e pela música regional.

No domingo, dia 25, é a vez do projeto instrumental Transquarto, que atua em Brasília desde 2015. Formada por Davi Mascarenhas (guitarra), Pepy Araújo (bateria), Gata Marques (baixo) e Tarso Jones (teclados), a banda tem caráter experimental, com sonoridades que passeiam entre o pop, o underground e o transcendental.

Enquanto isso, o pitoresco Galinha Caipira Completa se nomeia como um grupo de vanguarda de MPB instrumental, com a mistura de ritmos como choro, samba e baião. É formado pelos músicos Márcio Marinho (cavaquinho), Rafael dos Anjos (violão), Hamilton Pinheiro (contrabaixo) e Rafael dos Santos (bateria),

Por fim, o trio Muntchako, também de Brasília, exibe música sem letra, mas com muitos sotaques. E também muitas misturas: guitarrada paraense, forró paraibano, ska jamaicano, tango portenho, funk carioca e rock norte-americano, com uma pitada de batidas eletrônicas. Sem rótulos, a banda é formada por Samuel Mota (guitarra, banjo, programação e sintetizadores), Rodrigo Barata (bateria e samplers) e Macaxeira Acioli (percussão e samplers).

Paralelamente aos shows, o Fartura Brasília apresenta a Trupe Raiz do Circo, no sábado, 23. Trata-se de uma família de palhaços – mestre Mandioca Frita (Júlio César) e os filhos Macaxeira (Júlia Maia), Aipim (Davi Maia) e Fóli-Fóli (Luana Macedo) –, com tradição nas diversas vertentes do teatro circense e de rua.

No domingo, dia 24, será a vez do cortejo do Circo Rebote: formada pelos palhaços Atawallpa Coello e Erika Mesquita, a companhia brasiliense apresenta espetáculos com acrobacia cômica, personagens excêntricos e música ao vivo. Em meio a tudo isso, a já querida Boneca Gigante Fartura passeia pelos corredores e alegra crianças e adultos.

Programação musical

Sábado, 23 de março
12h – DJ Rodrigo Barata (Criolina)
14h – Quarteto de violões e percussão – com Manassés de Sousa, Claudio Alencar, Bosco Oliveira e Sandro Alves
15h – DJ Rodrigo Barata (Criolina)
16h – Fernando César
17h – DJ Rodrigo Barata (Criolina)
18h – Grupo Choro Livre
19h – DJ Rodrigo Barata (Criolina)
20h – Esdras Nogueira
21h – DJ Rodrigo Barata (Criolina)

Domingo, 24 de março
11h-14h – DJ Rodrigo Barata (Criolina)
14h – Transquarto
15h – DJ Rodrigo Barata (Criolina)
16h – Galinha Caipira Completa
17h – DJ Rodrigo Barata (Criolina)
18h – Muntchako
19h – DJ Rodrigo Barata (Criolina)

Programação de artes cênicas

Sábado, 23 de março
Das 13h às 15h – Boneca Gigante Fartura
Das 15h às 18h – Trupe Raiz do Circo
18h – Boneca Gigante Fartura

Domingo, 24 de março
Das 13h às 15h – Boneca Gigante Fartura
15h – Cortejo do Circo Rebote
16h – Boneca Gigante Fartura

Serviço

Festival Fartura – Comidas do Brasil Brasília
Datas: 23 e 24 de março
Horários: sábado, das 12h às 22h | domingo, das 12h às 20h
Local: Pontão do Lago Sul (SHIS Ql 10, Lote 1/30, Lago Sul)
Ingressos: antecipados – R$ 20 | na portaria – R$ 25
Meia-entrada antecipada – R$ 10 | na portaria – R$ 12,50
Vendas: http://sympla.com.br/farturabrasilia
farturabrasil.com.br
facebook.com\farturabrasil
instagram.com\farturabrasil

Sobre a Plataforma Fartura – Comidas do Brasil

A Plataforma Fartura – Comidas do Brasil tem o objetivo de mapear a cadeia produtiva da gastronomia, a fim de disponibilizar conhecimento ao público – em forma de conteúdo e experiência – e criar conexões entre os integrantes dessa cadeia.

As Expedições Fartura são viagens que já percorreram 75 mil km em todo o território nacional levantando as histórias, personagens, ingredientes e receitas. Foram mais de 250 cidades visitadas e cerca de 600 fontes entrevistadas. O conhecimento é transformado em conteúdo e disponibilizados no site e redes sociais (Facebook e Instagram), vídeos, livros, programas de rádio e em projetos customizados.

A celebração do projeto são os Festivais Fartura, onde há o encontro entre produtores, chefs e estudiosos da gastronomia com o público. Nos eventos – que já acontecem em Belém, Brasília, Porto Alegre, São Paulo, Tiradentes, Belo Horizonte, Fortaleza e também fora do Brasil, em Lisboa – é possível adquirir conhecimento, aprender receitas, conhecer histórias, comprar produtos e, claro, experimentar os pratos dos mais renomados chefs de todo o país.

Até 2018, os festivais serviram 285 mil pratos, realizaram 2.700 atividades gastronômicas e 1.130 culturais; foram 4.700 profissionais de gastronomia envolvidos para servirem um público de mais de 770 mil pessoas.

Entre outros prêmios, a Plataforma Fartura – Comidas do Brasil recebeu o second runner-up em Inovação em Turismo, da United Nation World Tourism Organization.

Festival Fartura – Comidas do Brasil
Festival Fartura – Comidas do Brasil | Foto: Divulgação
Anterior Yurb recebe Festa Be Happy com Israel & Rofolffo
Próximo Espetáculo "Adoráveis Ex-Namoradas" de volta a Brasília