Durante uma semana, o público de Brasília poderá assistir a espetáculos de diferentes lugares do país, além de ter acesso a debates com os artistas participantes

O CéU é o primeiro festival nacional de teatro universitário do Distrito Federal. Em sua segunda edição, que acontece entre 12 e 17 de novembro de 2019, o festival busca possibilitar o encontro de estudantes de diferentes universidades e escolas técnicas de artes cênicas do Brasil, construindo, assim, um espaço de integração e troca, e incentivando a reflexão sobre os processos de ensino e aprendizagem em artes cênicas.

Através de espetáculos nascidos em instituições de ensino de artes, oficinas, mesas de debates, palestras e análises críticas, o festival pretende estimular a cena teatral local e nacional, promovendo o intercâmbio entre alunos, professores, técnicos, artistas e comunidade em geral. Para acessar a programação completa e obter maiores informações, basta acessar o site do festival – www.cenauniversitaria.com. Confira abaixo a agenda de espetáculos:

TERÇA-FEIRA, 12/11

“O Amor que habito” – Espetáculo convidado/DF

Um espetáculo sobre encontros com a alma em tempos de modernidade líquida… Sabe aquela voz dentro da sua cabeça? Aquela que fala sem parar? No chuveiro, no trânsito, na hora de dormir, ou num apartamento vazio?: Qual o amor que eu habito? Será que é tempo de amar?

Local: Teatro dos Bancários
Horário: 20h
Classificação: 14 anos

QUARTA-FEIRA, 13/11

“Poeira”/ SC

A obra apresenta um olhar sobre o passado com intenção de responder algumas perguntas que ficaram sem respostas, levantando questões sobre masculinidade, família, infância e amor.

Local: Teatro SESC Silvio Barbato
Horário: 18h
Classificação: 16 anos

“Mocinha”/AM

Mocinha’ é um processo de narrativas de vítimas e sobreviventes do feminicídio e da violência doméstica em Manaus. Dentro do ciclo de dor, amor, ruptura e cura, qual olhar resta com essas situações? Quais sons ecoam após o silenciamento dessas vozes?

Local: Teatro SESC Silvio Barbato
Horário: 20h
Classificação: 16 anos

QUINTA-FEIRA, 14/11

“Cimento Lágrima”/DF

A obra é retrato caótico da música “Construção” de Chico Buarque. Um pedreiro, cuja rotina sólida não lhe permite transgredir a lógica, se vê dentro de um microssegundo dilatado entre suas marteladas.

Local: Espaço Cultural Renato Russo
Horário: 19h
Classificação: 14 anos

“Viagens de Caetana”/DF

Com bom humor, o Grupo Momentâneo brinca entre a morte e a vida. Quatro personagens se encontram no purgatório e descobrem que serão julgados por “Ele”. Em meio ao caos, eles se perguntam: Valeu a pena viver?

Local: Espaço Cultural Renato Russo
Horário: 20h
Classificação: 14 anos

“Frutas e Trans-Gressão”/SP

Tangerine é a personagem dessa obra. Sozinhe, ele não é mulher, nem homem, nem travesti. Talvez uma drag não binárie, bicha afeminade agressiva que canta e dança mágoas em seu talk-show solitário.

Local: Depart. Artes Cênicas da UnB
Horário: 22h
Classificação: 18 anos

SEXTA-FEIRA, 15/11

“Gigante pela própria natureza”/ DF

Uma pátria, seis vidas, a escola, cadeiras de ferro, desabafo, grito, risada e sonhos. O espetáculo dirigido por Pedro Ribeiro apresenta uma crítica social sobre o conceito de Liberdade.

Local: Espaço Cultural Renato Russo
Horário: 18h
Classificação: 14 anos

“Cimento Lágrima”/ DF

A obra é retrato caótico da música “Construção” de Chico Buarque.

Local: Espaço Cultural Renato Russo
Horário: 19h
Classificação: 14 anos

“ContrAção”/ DF

Transitando entre um futuro distópico e um cotidiano familiar e estranho ao mesmo tempo, as cenas do catalão Esteve Soler lançam um olhar implacável sobre o humano e seus fracassos sociais e existenciais.

Local: Espaço Cultural Renato Russo
Horário: 20h
Classificação: 14 anos

SÁBADO, 16/11

“A Casa de Lorca”/ DF

Baseado em “A casa de Bernarda Alba” de Federico G. Lorca, a obra trata-se da história trágica de uma família do campo composta por uma mãe viúva, controladora, austera e de suas cinco filhas, expondo as tensões existentes sobre liberdade sexual, poder, ciúmes e repressão.

Local: Espaço Cultural Renato Russo
Horário: 18h
Classificação: 14 anos

“Cimento Lágrima”/ DF

A obra é retrato caótico da música “Construção” de Chico Buarque.

Local: Espaço Cultural Renato Russo
Horário: 19h
Classificação: 14 anos

“De onde nascem as margens?”/ MG

Na obra, o ambiente escolar se move, conflitos se instauram, depoimentos sinceros surgem diante do caos. Vozes gritam por liberdade e querem ser ouvidas. Diante deste caos é possível hoje resistir? Ressurgir?

Local: Espaço Cultural Renato Russo
Horário: 20h
Classificação: 14 anos

DOMINGO, 17/11

“Brasília 60 – o Cabaret”

Músicos, poetas, atores, artistas visuais, bailarinos e performers. Pessoas de todos os gêneros, cores e lugares, juntos por uma noite, para homenagear os 60 anos de Brasília. Cada uma das propostas individuais formando um espetáculo-celebração, meio festa, meio show, meio peça.

Mediação: Franscico Ohana e Diego Borges

Local: Espaço Cultural Renato Russo
Horário: 17h
Classificação: 14 anos

“{Entre} Cravos & Lírios” – Espetáculo convidado/ DF

A obra traz à cena uma dupla de vagabundos excêntricos que vivem à margem da sociedade. O encontro inusitado entre essas figuras solitárias promove fragmentos tragicamente cômicos que retratam com simplicidade vários aspectos da miséria e da poética humana, em sua nobre capacidade de viver e conviver, apesar de tudo.

Local: Espaço Cultural Renato Russo
Horário: 19h
Classificação: 14 anos

Bilheteria: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia)

*Venda de ingressos uma hora antes das apresentações
*Os espetáculos “CimentoLágrimas” e “Frutas & Trans-Gressão” têm entrada franca.

FICHA TÉCNICA CéU 2019

Idealização: Diego Borges e Rafael Tursi
Coordenação: Diego Borges, Higor Filipe, Júlia do Vale e Rafael Tursi
Produção: Angélica Beatriz, Daniela Souza, Jemima Tavares, Luana Araújo e Úlli de Oliveira
Assistentes de Produção: Bianca Biângulo, Carla Luz, Dani Magela, Érika Guedes, Jéssica Laranja, Marcela Magalhães, Samla Alves e Thais Cordeiro
Coordenação Técnica: Higor Filipe e Glauco Maciel
Equipe Técnica: Octávio Vilaronga e Marcão
Debatedores: André Amaro, Alice Stefânia, Bya Braga, Fernando Villar, Nitza Tenemblat, Taciano Soares e Zé Regino
Curadoria de Espetáculos: Diego Borges, Janaína Melo, Rafael Tursi e Samuel Araújo
Captação de Recursos: Jemima Tavares
Web Designer: Renê de Lima/8cinco
Diagramação Gráfica: Rafael Tursi
Assessoria de Imprensa: Josuel Júnior

ENDEREÇOS

Depto. de Artes Cênicas da UnB – SGAN 606/607 – Asa Norte
Espaço Cultural Renato Russo – CRS 508 – Asa Sul
Teatro dos Bancários – EQS 314/315 – Asa Sul

Anterior Make U Sweat volta para edição Gothic Vibes da #PutaFarra
Próximo Músicos do Guará lançam coletânea na estação do metrô