Festival Batida Afro no CCBB


O Brasil do Brasil apresenta e patrocina Festival BATIDA AFRO. No mês de agosto, o CCBB Brasília recebe expoentes nacionais e locais da cena musical cujos trabalhos resgatam vertentes de ritmos africanos.

O Festival BATIDA AFRO reuniu grande público no sábado passado, que vibrou com as marcantes performances de IFÁ Afrobeat, Emicida e Muntchako, e volta neste sábado dia 13, com aos shows de Nanãm Matos, Metá Metá e João Donato. João Donato vai apresentar seu mais novo projeto – Donato Elétrico, acompanhado da banda Bixiga 70. O mesmo Bixiga 70 que agitou a Praça das Fontes do Parque da Cidade, pelo Festival Instrumenta Brasília, quando se apresentou duas vezes e na sequência, em show solo e acompanhando o nigeriano Orlando Julius.

A programação do BATIDA AFRO deste sábado, dia 13, abre com a Orquestra Jovem Reciclando Sons. A atração seguinte é Nanãn Matos, com seu repertório que passeia pela música regional brasileira, o afro-beat e o funk, fruto de pesquisa sobre a cultura do oeste africano. Logo após, sobe ao palco a banda paulista Metá Metá, que em yoruba quer dizer “três ao mesmo tempo”. O trio apresenta as composições de seu terceiro álbum MM3, cujas influências remetem às culturas de países do norte da África. MM3 foi gravado ao vivo e o show promete ser fiel à sensação de êxtase, catarse e transe que o grupo transmite em suas performances.

E para encerrar o Festival, o BATIDA AFRO recebe João Donato, que vai apresentar seu novo álbum, o “Donato Elétrico”, todo de composições inéditas, o primeiro em 15 anos. Tocando intensamente instrumentos como o piano elétrico Fender Rhodes e sintetizadores e teclados analógicos, acompanhado de músicos centrais da cena contemporânea de São Paulo, Donato abraça a sonoridade de discos clássicos dos anos 70 como “A Bad Donato” e “Donato/Deodato” para encontrar sons diferentes de todos seus discos anteriores.

O Festival tem curadoria de Katia Cesana, produtora cultural e diretora responsável pela Solano Agencia Cultural. Gestora de projetos culturais na área de música e artes plásticas, Katia também atua como produtora executiva de discos e DVD’s assim como no agenciamento de artistas musicais no Brasil e exterior. A produção executiva está a cargo da AmpliCriativa, gerida pelo paraense Marcel Arêde. Marcel foi um dos fundadores do Festival Se Rasgum e é um dos responsáveis pela popularidade da música paraense na atualidade.

Serviço

Local: Área externa do CCBB Brasília
Endereço: SCES Trecho 2 – Brasília/DF
Programação:
Sábado, 13 de agosto
17h30 – Orquestra Jovem Reciclando Sons
18h30 – Nãnan Matos
20h – Metá-Metá
22h – João Donato
*DJs do Coletivo Criolina nos intervalos dos shows, nos dois dias.

Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia-entrada para estudantes, portadores de necessidades especiais, aposentados, professores, clientes BB e pessoas com mais de 60 anos).
Venda: Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do CCBB, de quarta a segunda, das 13h às 21h, (sem taxa de conveniência), ou através do site sympla.com.br/festival-batida-afro__78360. A venda será limitada a 4 (quatro) ingressos por CPF, para venda e para pré-venda.
Classificação indicativa: 16 anos. Será permitida a entrada de menores acompanhados dos pais ou de responsável legal.
Informações: 61 3108-7600.

João Donato
Vídeos
https://youtu.be/IrkZJa1Gi3M
https://youtu.be/PZsud_ZdI8M
https://youtu.be/RrBKDyZhAYU?list=PL0Am27qGPpeSDBZQvwvlxCHdskbwXDtfv

Anterior Tulipa Ruiz no Terraço Shopping
Próximo Dia dos Pais: Abbraccio & Grand Cru