ESTUFA – Um falso testemunho traz à tona a polêmica em espetáculo teatral em Brasília, abordando experiências com o médium João de Deus

Apresentação ocorrerá no teatro da CAIXA Cultural, nos dias 9 e 10 de março. Misturando fatos reais e ficcionais para debater o abuso às mulheres, o projeto é protagonizado por atriz que frequentou a Casa Dom Inácio de Loyola por 15 anos

Uma estufa, plantas carnívoras, relatos que transitam entre a realidade e a ficção para debater o abuso às mulheres. Estes elementos compõem o espetáculo “ESTUFA – Um falso Testemunho”, que chega à capital no teatro da CAIXA Cultural Brasília, nos dias 9 e 10 de março. Com direção de Erica Montanheiro, o espetáculo é idealizado e protagonizado pela atriz e produtora Lauanda Varone. A artista frequentou a Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), dos 13 aos 28 anos, e criou o projeto a partir de experiências com o médium conhecido como João de Deus, condenado por crimes sexuais após denúncias de mais de 300 mulheres.

O espetáculo tem duração de uma hora e quinze de duração, com aviso de gatilho já no início. No espetáculo, Lauanda interpreta uma personagem que recebe pessoas para uma experiência sobre plantas carnívoras. Na narrativa, nada é por acaso. Todos os elementos apresentados têm algum significado simbólico, inclusive a mistura entre fatos reais e fictícios. Para a artista, é muito forte trazer o espetáculo a Brasília, pela proximidade com Abadiânia.

“Eu estava em Abadiânia quando soube das denúncias, e vi minha história sendo contada ali. Eu ia pelo menos quatro vezes ao ano pra lá. Fiquei 1 ou 2 anos inteiros sem querer ver notícias sobre o assunto. Depois não deu mais, eu precisava transformar isso.”

Majoritariamente feito por mulheres, o projeto contou com alguns cuidados especiais ao longo do desenvolvimento. “Eu queria que a peça gerasse um debate sobre o assunto. Pensamos no projeto para que ele chegasse nas mulheres de uma forma e nos homens, de outra”, conta Lauanda.

ESTUFA – Um Falso Testemunho

Estreou em 2023, no Dia Internacional da Mulher, em São Paulo (SP), e chega à capital federal pela primeira vez um ano depois, também no Mês da Mulher. Ao todo, serão quatro sessões, com duas em cada dia: 9 de março (sábado), às 19h30 e 21h20; e 10 de março (domingo), às 18h e às 20h30. Os ingressos estão à venda na bilheteria física da Caixa Cultural, com a inteira por R$ 30 e a meia-entrada, por R$ 15. A classificação indicativa é 16 anos. As vagas são limitadas a 60 pessoas por sessão, para atender à proposta intimista do espetáculo.

Serviço:

“ESTUFA – Um falso testemunho”
Data: 9 de março, sábado, 19h30 e 21h20; e 10 de março, domingo, 18h e às 20h30
Local: CAIXA Cultural Brasília, Lotes 3/4, SBS Q. 4 – Asa Sul, Brasília
Ingressos: R$ 30 inteira, R$ 15 meia-entrada. Venda apenas na bilheteria física.
Classificação indicativa: 16 anos
Mais informações: @estufaumfalsotestemunho

Ficha técnica:

Idealiza̤̣o РLauanda Varone
Elenco – Lauanda Varone, Ana Tolezani e Eduarda Maria
Dramaturgia РAngela Ribeiro (em colabora̤̣o com Ana Elisa Mattos, Erica Montanheiro e Lauanda Varone)
Dire̤̣o РErica Montanheiro
Dire̤̣o Assistente РAna Elisa Mattos
Dire̤̣o de arte РJoyce Roma
Dire̤̣o Audiovisual РJulia Rufino Desenho de luz РAline Santini
Dire̤̣o de Movimento РBruna Longo
Cria̤̣o Musical РL. P. Daniel
Preparação Vocal: Andre Checchia
Figurino e visagismo – Daniel Infantini
Fotografia – Priscila Prade
Maquiagem e cabelo fotos – Fábia Mirassos
Design Gráfico – Angela Ribeiro
Adere̤o РAteli̻ Casa Amarela: Michele Rolandi, Tide Nascimento, Fabiones Perez
Prodṳ̣o РLouise Bonassi e Tatiana Veliz