Em imagens que projetam ritmo e repetição, o fotógrafo Eduardo Bechepeche participa de mostra no Parque da Cidade

Eduardo Bechepeche traz ao Projeto Hidden a exposição fotográfica “Ritmos e repetição”. A mostra, inaugurada em 27 de junho, traz consigo a temática de continuidade, padrões e ritmo. As fotos foram capturadas em diversos lugares do mundo, como Austrália, Brasil, Colômbia, Indonésia, Itália e Japão, e exploram a mudança do orgânico e natural para o essencialmente humano e industrial.

Além da abordagem de transição, as obras destacam a repetição de cores e motivos. Na sequência da mostra, as primeiras fotografias trazem a natureza sem intervenção artificial, como folhas, musgos e águas-vivas. A exposição continua com uma metamorfose para o mundo compartilhado entre a natureza e o homem, seguido pela terceira e última parte da temática explorada, com foco na indústria e no industrial, chamando a atenção para a arquitetura e os detalhes da marca da humanidade.

O objetivo de Eduardo Bechepeche é evocar a beleza dos detalhes, muitas vezes não percebidos pelo espectador. O encontro de padrões naturais e industriais conforta o olhar e traz à tona a natureza da imagem identificada. O resultado é a concretização do maior propósito da arte: fazer pensar, invocar o autoconhecimento e alimentar a alma.

Outra exposição promovida pelo projeto Hidden é a da artista Leila Sobral que traz uma produção inspirada em Athos Bulcão. As obras consistem em painéis confeccionados em chapa de aço corten e são uma releitura dos famosos azulejos do artista. Estão expostas, ao todo, cinco obras em diferentes tamanhos, que fazem uma referência aos painéis de azulejos do Parque da Cidade, do Ministério das Relações Exteriores, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), do Instituto Rio Branco e do Instituto de Artes da UnB. Os painéis produzidos por Leila são fruto de uma parceria com a Fundação Athos Bulcão. Cada peça é numerada e possuem um certificado de autenticidade.

A artista Fátima Feijó também marca presença na mostra cultural do Projeto Hidden. A exposição escolhida foi a Floração dos Ipês, em que a árvore em suas mais diversas cores são ilustradas em suporte de ferro recortado e pintados com tinta esmalte. A proposta da artista é registrar a beleza e a leveza da floração destas espécies, contrapondo com a força e o peso do ferro.

Sobre Eduado Bechepeche

Eduardo Bechepeche tem formação em fotografia pelo SENAC/GO e Curso Livre de Fotografia na PUC/GO. Realizou diversas exposições em Goiânia e participou de salões nacionais, bem como de Bienais de Arte Fotográfica brasileiras (monocromáticas e cor). Além disso, o artista foi presidente do Clube da Objetiva – clube de fotografia mais antigo de Goiânia – e participou da TV Cultura de Goiás, com um quadro de fotografia semanal. Já expôs tanto em museus como em shoppings e casa noturnas. Após ingressar no serviço público em Brasília, em 2000, pausou as mostras. Agora, ele retorna a apresentar publicamente seus trabalhos no Projeto Hidden – edição de 2019.

Sobre Leila Sobral

Leila Sobral é engenheira de formação e trabalha com gerenciamento de obras. Mudou-se para Brasília em 2008 e apaixonou-se pela cidade e por Athos Bulcão desde então. Durante uma reforma de seu apartamento quis incorporar à decoração uma obra do artista e decidiu ela mesma produzir sua versão dos famosos azulejos. Após elogios de seu trabalho, Leila decidiu procurar a Fundação Athos Bulcão para estabelecer uma parceria. Desde então, com o aval da instituição, a artista produz releituras dos azulejos em painéis de aço corten.

Sobre Fátima Feijó

Fatima Feijó é artista plástica e, em sua obra, faz releituras de diversas plantas do Cerrado. Seu trabalho é feito por meio da estampagem em materiais como tecido e bico de pena. Para o Projeto Hidden, Fátima preparou a exposição “Floração dos Ipês”, com pintura sobre ferro, registrando os belos ipês nas cores roxo, amarelo e branco. A escolha da árvore se deu pela época do ano em que começam as florações que colorem a capital federal.

Serviço

Data: a partir de 27 de junho
Horário: a partir das 18h
Local: Ilha do Parque da Cidade, estacionamento 10

Anterior Cantor português, Mickael Carreira lança clipe com Lexa
Próximo Espetáculo Dançando Athos promove ensaio aberto ao público