O olhar fotográfico de Edgard Cesar para as obras de Athos Bulcão já vem de longa data. Em 2008 foi convidado por Valéria Cabral para fotografar as obras do artista plástico para a segunda edição de um livro que estava sendo preparado pela Fundação Athos Bulcão. Dez anos depois, em 2018, várias homenagens marcaram o centenário desse, que é um ícone no mundo da arte e, em especial, para a cidade de Brasília, onde escolheu vir trabalhar em 1958 com Lúcio Costa e Oscar Niemeyer e, diferente dos companheiros, continuou morando aqui até sua morte.

Foi inspirado nessa vivência de Bulcão com Brasília, que Edgard Cesar resolveu realizar um projeto solo e fazer uma homenagem diferente: uma espécie de contagem regressiva digital cem dias antes da data de 2 de julho, centenário de Bulcão, postando uma foto por dia em suas redes sociais. “Quis mostrar a arte de Athos e a arquitetura da cidade interagindo com seus habitantes e criando assim um vínculo entre as obras do artista e os brasilienses”, diz Edgard.

E foi de um recorte dessas fotos que surgiu a exposição “Releituras de Edgard Cesar”, que inaugura à galeria Baixo Cobogó, novo espaço do Cobogó Mercado de Objetos, que surge com a chegada do fotógrafo Nick Elmoor que se une ao casal de empresários PH Caovilla e Mariana Dap, como sócio do empreendimento. Além de idealizar o espaço que funcionará no subsolo, Nick também será responsável pela curadoria das exposições e contará com um grupo de amigos artistas da área que farão parte de um “conselho curatorial”.

Ideal para pocket exhibitions com duas semanas de duração, a galeria do Cobogó nasce como um espaço 100% democrático na cidade, ou seja, um lugar onde os novos artistas locais possam dar início às suas carreiras e fazer suas primeiras exposições. Já os visitantes, enquanto conferem as obras poderão degustar um café, além de escolher seus produtos preferidos, uma vez que parte da loja também foi transferida para o piso inferior. “A galeria já nasce do jeitinho que eu imaginei. Um espaço onde as obras estarão muito bem instaladas, iluminadas e onde o próprio artista é quem vai cuidar da venda das suas fotos, quadros e etc”, afirma Nick que está empolgado com a galeria Baixo Cobogó.

A exposição “Releituras de Edgard Cesar” será composta por certa de 20 fotos e fica aberta a visitação entre 23 de abril e 04 de maio, com uma visita guiada do artista no dia 26 de abril.

Serviço

Exposição: Releituras de Edgard Cesar
Galeria Baixo Cobogó

Cobogó Mercado de Objetos
Endereço: SCRN 704/705 Bloco E Lojas 51/56, Asa Norte, Brasília/DF
Atendimento: Segunda a quarta e sexta, das 11h às 20h / Quinta, das 11h às 21h / Sábado, das 9h às 20h
Não abre aos domingos
Telefone: (61) 3039-6333

Anterior Bloco na Rua, novo show de Ney Matogrosso em Brasília
Próximo Sócio do Abbraccio Iguatemi Brasília recebe premiação