A dramaturgia brasileira ganha destaque em série de programas em radioteatro que celebra a obra de grandes dramaturgos e impulsiona o teatro brasiliense

Apesar de relativamente jovem, a dramaturgia brasiliense conta com nomes responsáveis por montagens que ganharam o Brasil, alcançaram reconhecimento e demonstram que o teatro produzido no Distrito Federal já tem sua identidade.

E para celebrar esses nomes o pesquisador em literatura e teatro brasileiros Tiago De Carvalho criou o projeto: Radioteatro: Os Fundadores do Teatro Brasileiro e o Teatro de Brasília, que deu origem ao EIXOENCENA, realizado com recursos do FAC – Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal. Uma série de 24 programas que vai apresentar, inclusive, nomes da dramaturgia nacional. Os programas irão ao ar entre junho e dezembro deste ano, e poderão ser ouvidos na Web Rádio Eixo, parceira do projeto, e no tocador de áudio SoundCloud.

Para Tiago, “Brasília está criando sua tradição na dramaturgia com início entre 1960 e 2000 quando as salas das companhias de teatro e dos cursos de cênicas da UNB e Dulcina de Moraes eram recepção de textos vindo do eixo RJ/SP, principalmente. A partir de então, uma dramaturgia autoral da cidade passou a trabalhar a identidade da cidade política, tendo como fio condutor o teatro contemporâneo para tratar a nossa vida urbana”, descreve.

Com a intenção de traçar essa cronologia, o EIXOENCENA inicia a série contando um pouco da fundação do teatro brasileiro por meio da vida e obra de Martins Pena, José de Alencar, Machado de Assis, França Júnior, Qorpo Santo e Arthur Azevedo. Fazendo chegar aos que vêm construindo a identidade do teatro brasiliense sendo: Humberto Pedrancini, Antônio de Lima Esteves, Dulcina de Moraes, Ari Para-Raios, Gê Martu, Zé Regino, Hugo Rodas, Ivan Marques, Plínio Mosca, Melhores do Mundo, Irmãos Guimarães, Luciana Martucelli, Miquéias Paz, Felícia Johanson, Lenora Lobo, Maurício Witczak, André Amahro e Karla Calazans.

Celebrar essas personalidades do teatro no rádio, segundo Tiago, é “rememorar uma das mais belas tradições brasileiras que é a radionovela. É reabilitar a ideia da dramaturgia na voz em que o ouvinte fica encantado entre narrativa e criação de personagens”.

Para dar vida às obras, três artistas de teatro, o próprio Tiago, Karla Calasans e Lílian Alencar irão interpretar trechos de textos e compartilhar fatos importantes das carreiras das dramaturgas e dos dramaturgos. O recorte curatorial do EIXOENCENA foca principalmente nos gêneros farsa, comédia e passa por um ou outro texto dramático histórico e social.

Sobre o porquê de realizar um projeto com esse escopo, Tiago, que é Doutor em Estudos Clássicos pela Universidade de Coimbra, Mestre em Teoria Literária pela UNB, com trabalho sobre a Semiologia do Teatro e o Teatro Político de Bertolt Brecht e autor de diversos textos literários e acadêmicos publicados, justifica: “o teatro é o berço de todas as formas de representação cênica no palco, no cinema, no rádio, na televisão e em qualquer mídia”.

Ainda sobre essa vertente artística, o pesquisador complementa: “é a arte que mostra a partir da vida do outro um pouco da nossa própria vida, perscruta a vida do vizinho e do passante e encontra os espelhos da sociedade do que somos e do que fazemos e para onde vamos, se é que vamos por muito tempo”, e conclui: “o teatro mata a maior das nossas curiosidades, que é esquecer o que está acontecendo conosco para olhar o que está acontecendo com o outro”.

Biografia do elenco:

Tiago De Carvalho é professor de literatura, poeta, cronista, foi entre 1997 e 2002 ator e diretor de teatro amador e universitário. Doutor em Estudos Clássicos pela Universidade de Coimbra. Mestre em Teoria Literária pela Universidade de Brasília – UNB, com trabalho sobre a Semiologia do Teatro e o Teatro Político de Bertolt Brecht. Tiago Carvalho destaca-se pela pesquisa na área de literatura e teatro. Professor do ensino básico e superior há 30 anos, tem longa experiência na área de Educação como professor de Língua e Literatura. Professor do Instituto Federal de Brasília. Atualmente, trabalha também como membro do corpo diretivo e editorial da Tanto Mar Editores. Tiago assina seus textos literários e acadêmicos como Tiago De Carvalho.

Karla Calasans, multiartista brasileira, é atriz, escritora, professora e diretora de criação da Cia teatral Abrigo Santo. Ela é graduada em Letras pela Universidade Católica de Brasília (1999) e mestra em Literatura pela Universidade de Brasília (2010). Em 2014, publicou seu primeiro livro poético “Nas Bordaduras de um Botão”. Em 2022, o livro ganhou uma edição bilíngue (português e espanhol), o espetáculo poético “Botões na Rua” e um a oficina de poesia “Escolhi Fiar Delicadezas”.

Lílian Alencar, Graduada em Licenciatura em Artes Cênicas pela Faculdade de Artes Dulcina de Moraes, é graduada em Letras pela Universidade Católica de Brasília, atriz, diretora, produtora, bailarina, contadora de histórias e professora de teatro e dança para crianças em instituições privadas de Brasília. Atualmente, está fazendo pós-graduação em Psicopedagodança com Jeviane Dubois. Participou de mais de sessenta espetáculos como atriz, dançarina, bailarina, diretora além de como produtora de teatro infantil e adulto. Atuou em musicais, cinema (curta metragens) e em novelas. Atuou com importantes diretores de teatro do cenário regional em Brasília.

Grade de veiculação dos programas sobre Martins Penna na Rádio Eixo:

de 3 a 6 de junho: Martins Pena РO Juiz de paz na ro̤a
de 10 a 13 de junho: Martins Pena РO novi̤o
de 17 a 20 de junho: Martins Pena – O Judas em Sábado de Aleluia
de 24 a 27 de junho: Martins Pena -O diletante
No domingo (30/6), às 19h, entram os 4 na sequência, um programa de 45min.