Espetáculo Deixe a Luz da Varanda Acesa volta em cartaz no mês das crianças
Peça realizada com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal trata de conflitos e reencontro de duas mulheres de diferentes gerações separadas por preconceitos e fases diferentes.

Rita (Áurea Liz), 60 anos, professora de história, namora a mãe de Verônica (Lilian França) – 40 anos – numa cidade de ambiente conservador. Verônica vai embora por não conseguir conviver com a pressão social que atingia seu núcleo familiar, retorna após muito tempo e reencontra a madrasta na mesma casa em que moravam. Este é o enredo da história retratada no espetáculo Deixe a Luz da Varanda Acesa, uma produção que se inicia a partir de um relato pessoal da atriz e autora Áurea Liz, que dá vida à Rita e Lilian França, que representa Verônica.

Aqui Tem Diversão

Com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal, a produção que conta com direção de Gelly Saigg e Ernandes Silva, encerrará temporada no mês das crianças. Dias 19 de outubro (quarta), no Centro de Ensino Médio 02 de Sobradinho às 8h30, 14h e 16h. Ainda, dia 20 do mês no Centro de Ensino Médio 4 de Sobradinho 2 às 8h30, 14h às 19h30. Estas apresentações serão voltadas para os estudantes. Já no dia 22 de outubro, o espetáculo será aberto ao público no Centro Comunitário da FERCAL, às 15h. Gratuito e livre para todos os públicos.

Rita acompanhou o nascimento e crescimento de Verônica e, após mais de 20 anos de distanciamento, muitas coisas entre elas precisam ser ditas no reencontro. O drama de Verônica de não ter conseguido conviver com a mãe e a companheira foi determinante para, ainda adolescente, ir embora. Após duas décadas, no entanto, Verônica retorna para reviver um passado que jamais deixou de acompanhá-la, o que a leva, junto a Rita, a compartilhar emoções desconhecidas por ambas.

Ambientado no interior da casa onde as três conviveram (a falecida companheira de Rita, mãe de Verônica), o lar é o espaço que acolhe o reencontro dessas duas mulheres. Entre objetos antigos, aromas e memórias, o espetáculo descortina uma relação cheia de conflitos, porém, de muito afeto.

O espetáculo conta com um delicado estudo dos aromas e suas formas de difusão e ampliação e baseou-se na Cartografia Olfativa das Memórias. “A recordação é o perfume da alma. É a parte mais delicada e mais suave do coração, que se desprende para abraçar outro coração e segui-lo por toda a parte”, ensina George Sand, pseudônimo de Amandine Aurore Lucile Dupin, baronesa de Dudevant, aclamada romancista e memorialista francesa, considerada uma das precursoras do feminismo.

“A peça acontece em um cenário onde cada objeto traz uma lembrança e cada lembrança, uma revelação. Verônica reencontra Rita… O que dizer após tanto tempo de ausência? Em cenas que transcorrem entre o presente e o passado, todos os elementos cênicos são transformados, possibilitando maior mobilidade e interação entre as personagens que mergulharão em um relicário de sensações e emoções colocadas à flor da pele”, pontua áurea.

Ficha Técnica 

Dramaturgia: Áurea Liz
Direção: Gelly Saigg e Ernandes Silva
Atrizes: Lilian França e Áurea Liz
Produtora Executiva: Moara Ribeiro
Interpretação de LIBRAS: Equipe Tatiana Elizabeth
Audiovisual: Gravitar Comunicação
Maquiagem: Alexandra Vinagre e Rosanna Carvalho
Trilha sonora original: Vitor Barbosa
Música “aliviar” original: Moara
Iluminação: Tauana Barros

Serviço:

19 de outubro (quarta)
Local: Sobradinho 1
Centro de Ensino Médio 02 de Sobradinho
Horários: 8h30 | 14h | 16h
Entrada Franca
Apresentação para a comunidade escolar

20 de outubro (quinta)
Local: Sobradinho 2
Centro de Ensino Médio 04.
AR 10, Conjunto 09, Área Especial 01, Sobradinho II
Horários: 8h30 | 14h | 19h30
Entrada Franca
Apresentação para a comunidade escolar

Dia: 22 de outubro (sábado)
Local: Centro Comunitário da FERCAL
Rodovia DF-205, Km 4 РQueima Len̤ol РFercal / Ciplan
Horário: 15h
Entrada Franca