As inscrições estão abertas para o evento que acontece dias 24 e 25 de junho na UnB

No seu último discurso na Universidade de Brasília, num dia de 1996, quando recebeu o título de Doutor Honoris Causa, e viu o campus da universidade ser batizado com seu nome, Darcy Ribeiro, mais uma vez, estimulou todos os presentes a olhar para o futuro: “ O que peço é que voltem ao Campus Universitário Darcy Ribeiro aquela convivência alegre, aquele espírito fraternal, aquela devoção profunda ao domínio do saber e a sua aplicação frutífera”.

O Memorial Darcy Ribeiro, conhecido como Beijódromo, também nasceu naquele dia, quando Darcy pediu à UnB que cedesse uma área para abrigar todo material de seu acervo acadêmico – do seu acervo pessoal e da antropóloga Berta Ribeiro, que foi sua companheira por quase três décadas.

Inaugurado, em 2010, ao lado da Reitoria da UnB, o memorial foi projetado por João Filgueiras Lima, o Lelé, um dos arquitetos que participou da criação da UnB. Juntos, Darcy e Lelé, sonharam e projetaram o Beijódromo, em seus mínimos detalhes, mas, Darcy só teve tempo de ver os primeiros esboços do projeto, pois, infelizmente, não conseguiu desfrutar do espaço com o qual tanto sonhou.

Hoje, o Memorial, um dos mais queridos “fazimentos” de Darcy Ribeiro, se constitui como local de memória e de produção cultural. Com o objetivo de conceituar os memoriais, sua necessidade e relevância social; refletir sobre o Memorial Darcy Ribeiro como “lugar de memória” e de múltiplas interfaces; promover um diálogo crítico entre a Fundar e a UnB, na busca de uma formulação contínua de eventos e atividades, bem como na proposição de uma agenda positiva de projetos e ações para o Brasil, será realizado, nos dias 24 e 25 de junho, no auditório do Memorial Darcy Ribeiro (Beijódromo), o I Seminário Nacional UnB e Fundação Darcy Ribeiro – Memorial Darcy Ribeiro: memórias, reflexões e caminhos.

O evento pretende, ainda, promover um diálogo entre a UnB e outras instituições sobre o papel dos memoriais em geral, e do Memorial Darcy Ribeiro, em particular, assim como discutir as ideias e ideais de Darcy Ribeiro e sua obra. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na página: www.dex.unb.br , a partir do dia 21/06 e, diretamente, no Memorial Darcy Ribeiro, nos dois dias do evento.

Antropólogo, educador, político e romancista, Darcy Ribeiro nasceu em Montes Claros (MG), em 26 de outubro de 1922, e faleceu em Brasília, em 17 de fevereiro de 1997. Educador com foco na causa indígena e na educação, foi vice- governador do Rio de Janeiro, senador da República, ministro da Educação e chefe da Casa Civil do governo João Goulart, ocupou a Cadeira nº 11 da Academia Brasileira de Letras, recebeu inúmeros títulos de Doutor Honoris Causa, viveu em vários países da América Latina conduzindo programas de reforma universitária. Em 1959, aos 37 anos, Darcy começou a reunir professores e intelectuais para, juntos, criarem o que seria a universidade do futuro, a Universidade de Brasília.

PROGRAMAÇÃO

Local: Auditório Memorial Darcy Ribeiro (campus da UnB/Asa Norte)
Dia 24 de junho de 2019 (segunda-feira)
9h às 9h30 – Recepção e inscrições
9h30 às 10h30 – Mesa de Abertura
Exibição de vídeo com mensagem de Darcy Ribeiro sobre sua visão para a UnB e Educação
José Ronaldo Alves da Cunha | Presidente da Fundação Darcy Ribeiro
Dra. Márcia Abrahão Moura | Reitora da UnB
Dra. Olgamir Amancia | Decana de Extensão da UnB
Paulo Ribeiro | ex-Presidente da Fundação Darcy Ribeiro (2010-2018)
Juca Ferreira | ex-Ministro da Cultura e atual Secretário Municipal de Cultura de Belo Horizonte

10h30 às 11h – Intervalo
11h às 12h30

CONFERÊNCIA: “Memoriais: função e relevância”

Por: Marcelo Mattos Araújo

Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo – USP, com especialização em Museologia pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Doutor em Arquitetura e Urbanismo pela USP. Dirigiu o Museu Lasar Segall de 1998 a 2002 e a Pinacoteca do Estado entre 2002 e 2012, tendo sido Secretário de Cultura do Estado de São Paulo entre 2012 e 2016. Foi Presidente do Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM – até 2018. Atualmente, é Presidente da Japan House.

12h30 às 14h – Intervalo / Almoço
14h às 17h30

MESA 1: Memoriais: missão, preservação e difusão. O papel dos memoriais para a preservação da memória e difusão cultural. Experiências brasileiras.

Memorial Darcy Ribeiro
Palestrante: Paulo Ribeiro
Conselheiro e ex-presidente da Fundação Darcy Ribeiro. Atual Secretário Municipal de Meio-ambiente da Prefeitura de Montes Claros.
Memorial dos Povos Indígenas
Palestrante: Cristian Brayner

Subsecretário do Patrimônio Cultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal. Mestre em Ciência da Informação e Doutor em Literatura e Práticas Sociais pela Universidade de Brasília. Pós Doutor em História pela Casa de Rui Barbosa.

Memorial da América Latina
Palestrante: Jorge Damião de Almeida

Presidente do Memorial da América Latina. Graduado em Administração e Pós-Graduado em Gestão Pública pela FAAP e em Gestão de Esportes pela FIA/USP.

Mediador: Alex Calheiros

Graduado em Filosofia pela Universidade de São Paulo – USP e Doutor em Filosofia pela USP. Diretor de Difusão Cultural do Decanato de Extensão da UnB.

Dia 25 de junho de 2019 (terça-feira)

9h30 às 12h30

MESA 2: Darcy Ribeiro e os múltiplos saberes e fazimentos. Refletir sobre o pensamento e ação de Darcy Ribeiro, tendo em vista as várias áreas de saber em que atuou.

Debatedores:

Mércio Gomes

Conselheiro da Fundação Darcy Ribeiro, Doutor em Antropologia pela Universidade da Flórida, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e das Técnicas e de Epistemologia da UFRJ.

Lucia Velloso Maurício

Conselheira e diretora da Fundação Darcy Ribeiro. Doutora em Educação e Professora Associada da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ.

Murilo Silva de Camargo

Graduado em Matemática, Doutor em Engenharia Elétrica pela UFSC / Laboratoire d’Analyse na State University of New York at Stony Brook, SUNYSB, EUA. De 2005 a 2008 foi Decano de Ensino de Graduação da Universidade de Brasília – UnB.

Mediador: João Marcelo Marques Cunha

Discente, graduando em Ciências Sociais pela Universidade de Brasília – UnB.

12h30 às 14h – Intervalo / Almoço
14h às 17h30

MESA 3: Darcy Ribeiro e os múltiplos saberes e fazimentos. Refletir sobre o pensamento e ação de Darcy Ribeiro, tendo em vista as várias áreas de saber em que atuou.

Debatedores

Isaac Roitman

Doutor em Ciências, Microbiologia. Pós Doutorado pela Haskins Laboratories – USA, pela Hebrew University – Israel, pela University of Kent at Canterbury – UK e University of Sussex – UK. Professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UFRJ e da Universidade de Brasília-UNB.

Gisele Jacon de Araujo Moreira

Antropóloga, graduada em Ciências Sociais pela PUC-SP, com especialização em Antropologia Social na Escuela Nacional de Antropologia e História – ENAH, do México, e em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro – IUPERJ.

Haydée Ribeiro Coelho

Conselheira da Fundação Darcy Ribeiro, Doutora em Teoria da Literatura e Literatura Comparada pela USP. Possui Pós-Doutorado pela Universidad de la República, onde desenvolveu a pesquisa sobre o exílio de Darcy Ribeiro no Uruguai.

Mediadora: Lucia Velloso Maurício

Conselheira e diretora da Fundação Darcy Ribeiro. Doutora em Educação e Professora Associada da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ.

17h30 às 18h – Mesa de encerramento

Professora Olgamir Amancia
Decana de Extensão da UnB
Arquiteto José Ronaldo Alves da Cunha
Presidente da Fundar
Brasília, 19 de junho de 2019

Anterior Sesc Seresta recebe Janette Dornelas e Arthur Faustino
Próximo 3ª edição do Catarina Fest traz atrações para Brasília