Coletiva “Quatressência”


Espaço cultural STJ abre exposição coletiva “Quatressência”, de Luiz Costa, Sonnia Guerra, Pompéia Cascão e Tony Lima.

O Espaço Cultural STJ promove, no dia 15 de fevereiro, a abertura da Exposição Coletiva “Quatressência”, dos artistas plásticos Luiz Costa, Sonnia Guerra, Pompéia Cascão e Tony Lima. São quatro artistasplásticos, experientes e premiados em inúmerasexposiçõesnacionais e internacionais.Suastrajetóriasdifereminteiramente entresi, naspesquisas e rumosde cada um deles embusca da perfeição. A mostra tem aintenção de ressaltaressadiversidade eindividualidade, proporcionando ao visitanteumareflexãosobre a papel da arte na evolução do indivíduo.

Para LUIZ COSTA,o cotidiano é a síntese de suainfância de menino do interior de Estado de Minas Gerais.Sua arte amadurecequando o menino é “transportado” para Brasília e vira um anônimocandanguinho, figurarecorrente em seustrabalhos.Forte componentebíblico/religiosoaparece em algumas de suasobras. O construtivismo é fruto do seucrescimentoenquantoartistaplástico.

Pompeia - Ponte JK - 70 x 60cm - AST
Pompeia – Ponte JK – 70 x 60cm – AST

Para POMPÉIA CASCÃO, a vidacorremansa em certostrabalhos e freneticamenteagitadaporbicicletistas, transeuntes e intensotráfegonasruas das capitaisbrasileirasouestrangeiras. O cotidiano, ela o representapintando as cidadesnumavisãoimpressionista, ondetodostrafegamanonimamente. O registro de um determinadomomento é muitoimportante em suaobra.

SONNIA GUERRA, através de seuexpressionismoabstrato, alcançacom maestriao terreno das ideias, da filosofia, das indagaçõessobre a vida, através da iluminação em suapintura, dos contrastes “claro/escuro”, com nuances ao mesmo tempo fortes e delicadas. A sutileza da mistura de tons e semi-tons oferece o efeito final de um mundocomplexo, de sonho sim, mas de expressão da almaprincipalmente.

TONNY LIMA apresentasuasmulheres, altas, baixas, brancasounão, de profissões e “status” explícitosounão, taiscomo: donzelas, donas de casa, freiras, marinheiras, moçassonhadoras, namoradeirasouconservadoras.Seusdesenhosencontramreferêncianasmulheres de Modigliani, em um contextopersonalístico.

A abertura da exposição será no dia 15 de fevereiro, das 18h30 às 21h, no Espaço Cultural STJ, localizado no 2º andar do Edifício Plenários do Superior Tribunal de Justiça, no SAFS, Quadra 6, Lote 1, Trecho III, Brasília-DF. A mostra estará aberta à visitação das 9 às 19h, de segunda a sexta-feira, até o dia 15 de março. Para informações adicionais, os telefones de contato são: (61) 3319-8460 ou 8373.

Anterior INSIDE POR FLÁVIO RESENDE
Próximo Mendonça grava Eu Tô com Ismo