Codinome Madame, espetáculo da trilogia Madame, da Nossa Companhia, estreia em maio no Alvenaria Espaço Cultural Colaborativo

Como estará o Brasil daqui 20 anos? Esse é o cenário do espetáculo Codinome Madame, segundo espetáculo da trilogia Madame da Nossa Companhia que estreia no dia 16 de maio de forma presencial no Alvenaria Espaço Cultural Colaborativo. O monólogo é estrelado por Bia Toledo com texto de Tati Bueno e codireção de André Grecco e Tati Bueno.

A peça se passa em um futuro distópico, sem ócio, sem cio, sem ar, em que a arte foi abolida. A personagem busca forças para brotar de onde teve que encerrar-se há 20 anos, um espaço de arte desativado que ainda guarda o cheiro de lembranças muito vivas. Pela primeira vez, Madame recebe o público que assiste o seu depoimento-manifesto revisitando suas histórias que contracenam com a história de seu país.

“Codinome Madame” foca nos desdobramentos emocionais da protagonista e conduz o espectador pelos caminhos tortuosos da memória da personagem. “Quando começamos a trabalhar no texto o país passava por um processo de desvalorização da cultura e identificamos convergências com os períodos do pós primeira guerra e da ditadura. Começamos a imaginar para onde estávamos caminhando. Não acreditamos que esta seja uma realidade irreversível, mas é um processo que precisamos colocar em discussão”, diz a dramaturga Tati Bueno.

“Vivemos em uma sociedade doente onde todos os valores estão, de alguma maneira, invertidos. A empatia é artigo raro. Esse caos todo foi causado por nós mesmos. Como vamos remediar toda essa desgraça? Não temos uma resposta, só podemos te convidar a refletir sobre como funciona a sociedade e te encorajar a mudar”, completa Bia Toledo.

Codinome Madame” estreou on-line e fez uma curta temporada nesse formato. A peça foi selecionada para os festivais: Festival de Teatro Online em Tempo Real do Rio de Janeiro, em que ganhou os prêmios de melhor direção e melhor elenco, FESTE – Festival de Pindamonhangaba e FESTAC – Festival de Teatro de Cubatão.

Para essa temporada presencial de Codinome Madame, a atmosfera deste futuro distópico foi criada no espaço que receberá o público. Desde a entrada, com fitas zebradas como se o espaço estivesse interditado até o clima dos bares speakeasy na sala onde Madame receberá a todos com um copo de vinho. Receberá um universo para o presencial, Na temporada virtual, foram usadas mensagens de WhatsApp para contextualizar o público. Agora a proposta traz o público para dentro do espaço da Madame, convida todos a tomar um vinho com ela, onde cada um escolhe seu codinome e pode se torna cúmplice dela.

FICHA TÉCNICA:

Concepção: Bia Toledo e Tati Bueno
Dramaturgia: Tati Bueno
Codireção: André Grecco e Tati Bueno
Elenco: Bia Toledo
Preparação de elenco: Inês Aranha
Preparação vocal: Jéssica Areias
Direção musical: Felipe Antunes
Assistente de direção musical, trombone, bombardino e tuba: Allan Abbadia
Edição e mixagem de som: Fábio Sá
Cenário, figurino e ilustrações: Chris Aizner
Designer gráfico: Adriana Alves
Costureira: Judite de Lima
Cenotécnico: Diego Rodda
Acessórios: Carol Tasca
Desenho de luz e operação: Tati Bueno
Desenho de som e operação: Cecília Lüzs
Fotos: João Valério
Assessoria de imprensa: Fabio Camara e Cristina Thomaz
Produção: Clube do Mecenas
Realização: Nossa Companhia

SERVIÇO:

LOCAL: Alvenaria Espaço Cultural Colaborativo (Rua Turiassu 799, – Perdizes), 20 lugares.
DATA: 16/05 até 14/06 (Segundas e Terças 20h)
INGRESSOS: R$ 50,00 (inteira), e R$ 25,00 (meia social Рsem necessidade de apresenta̤̣o de carteirinha) e R$80,00 (mecenas) Todos os Ingresso ḍo direito a um copo de vinho) https://www.sympla.com.br/produtor/alvenaria
INFORMAÇÕES: @alvenaria.art e (11) 3871-4981
DURAÇÃO: 50 min
CLASSIFICAÇÃO: 14 anos