Cinema Para Todos


Mostra ao ar livre leva filmes nacionais a Candangolândia, Vargem Bonita, Núcleo Bandeirante, Guará II, Varjão e Planaltina, com entrada franca

Enriquecer o calendário cultural das Regiões Administrativas do Distrito Federal, formar novas plateias, além de difundir entre a nova geração o gosto pelo filme brasileiro e levar o cinema – de graça – à população que muitas vezes não tem acesso às salas de projeção convencionais. Estes são os objetivos do CINEMA PARA TODOS – O GDF JUNTO DE VOCÊ!, festival realizado pelo Instituto Terceiro Setor – ITS, com coordenação de José Damata e patrocínio da Terracap, que de 20 de novembro a 28 de dezembro, sempre às 19h30, levará a seis cidades do DF, seis produções nacionais de curta e longa-metragens.

As sessões ocorrerão nos finais de semana, totalizando 18 dias de mostra. A expectativa dos realizadores do projeto é alcançar um público de 5.400 pessoas da Candangolândia, ParkWay – Vargem Bonita, Núcleo Bandeirante, Guará II, Varjão e Planaltina, que assistirão aos filmes em uma estrutura especialmente montada para o evento: arquibancada com capacidade para 300 pessoas e um telão de 11,5 metros de largura por 6 metros de altura.

Dentre os destaques da programação, A cidade é uma só?, filme de Adirley Queirós (disponível no site Youtube https://www.youtube.com/watch?v=w-m_6JnpzKs) que será exibido nos dias 21 de novembro na Candangolândia, dia 27 de novembro em Vargem Bonita, dia 4 de dezembro no Núcleo Bandeirante, dia 11 de dezembro no Guará II, dia 18 de dezembro no Varjão e dia 27 de dezembro em Planaltina. Reflexão sobre os 50 anos de Brasília, o documentário tem como foco a discussão sobre o processo permanente de exclusão territorial e social da população da capital.
O CINEMA PARA TODOS apresenta ainda Conterrâneos velhos de guerra, documentário de Vladimir Carvalho (disponível no site Youtube https://www.youtube.com/watch?v=iDcz3Uw21wI). O filme será exibido nos dias 22 de novembro, na Candangolândia, no dia 28 de novembro em Vargem Bonita, no dia 5 de dezembro no Núcleo Bandeirante, no dia 12 de dezembro no Guará II, no dia 19 de dezembro no Varjão e no dia 28 de dezembro em Planaltina. Contrariando a versão oficial que relata a construção de Brasília como uma aventura heroica que uniu trabalhadores e governo, o documentário retrata o sofrimento dos operários que migraram de todos os cantos do Brasil para construir a capital.

DATAS DE EXIBIÇÃO E SINOPSES DOS FILMES
Dias 21 e 27 de novembro; 4, 11, 18 e 27 de dezembro

A cidade é uma só?
Brasil, 2012, 79min, documentário, dir. Adirley Queirós, 10 anos

Sinopse: Uma reflexão sobre os 50 anos de Brasília, tendo como foco a discussão sobre o processo permanente de exclusão territorial e social que uma parcela considerável da população do Distrito Federal e do Entorno sofre, e de como essas pessoas restabelecem a ordem social através do cotidiano.

Dias 20 e 26 de novembro; 3, 10, 17 e 26 de dezembro

A invenção de Brasília
Brasil, 2001, 55min, documentário, dir. Renato Barbieri, livre
Sinopse: Documentário histórico sobre a capital modernista, desde a formação geológica do Planalto Central até os dias de hoje, passando pela saga da construção. Brasília é fruto de uma geração genial que desejou recriar o Brasil arcaico, escravagista e colonial em um Brasil moderno, autêntico e utópico.

Dias 21 e 27 de novembro; 4, 11, 18 e 27 de dezembro

Mario Fontenelle — A oração silenciosa
Brasil, 2014, documentário, 25min, dir. Pedro Jorge de Castro, livre

Sinopse: Documentário que relata a história de Mário Fontenelle, fotógrafo oficial do governo Juscelino Kubitschek e considerado um dos mais importantes memorialistas de Brasília, autor dos primeiros registros da nova capital e das imagens mais marcantes desse período.

Dias 20 e 26 de novembro; 3, 10, 17 e 26 de dezembro

Bumba, “Seu Teodoro”, meu boi
Brasil, 1992, 19min, documentário, dir. Pedro Lacerda, livre
Sinopse: A produção de Pedro Lacerda relata a luta de Teodoro Freire, desde 1963, para manter a tradição do Bumba Meu Boi em Brasília.

Dias 22 e 28 de novembro; 5, 12, 19 e 28 de dezembro
Conterrâneos Velhos de Guerra
Brasil, 1991, 153min, documentário, dir. Vladimir Carvalho, livre

Sinopse: Contrariando a versão oficial que relata a construção de Brasília como uma aventura heroica que uniu trabalhadores e governo, o documentário retrata o sofrimento dos operários que migraram de todos os cantos do Brasil para construir a capital. Vencedor do Prêmio Especial do Júri em Gramado, do Prêmio Especial do Júri no Festival do Novo Cinema Latino-Americano em Havana e do Prêmio Católico de Cinema da CNBB.

O último raio de sol
Brasil, 2004, 18min, ficção, dir. Bruno Torres, 14 anos

Sinopse: Livre adaptação de uma história verídica, sobre dois jovens da alta classe brasiliense, que, numa viagem à Chapada dos Veadeiros, divertem-se ameaçando e desmoralizando pessoas que pedem carona à beira da estrada. Tratando de temas como impunidade, violência e preconceito, o filme discute como uma atitude inconsequente pode resultar em um final inesperado.

PROGRAMAÇÃO

CANDANGOLÂNDIA
20, 21 e 22 de Novembro – Sex/Sáb/Dom
Local: Ao lado do Salão Comunitário

PARK WAY- VARGEM BONITA
26, 27 e 28 de Novembro – Qui/Sex/Sáb
Local: Vargem Bonita ao Lado do Posto

NÚCLEO BANDEIRANTE
3, 4 e 5 de Dezembro – Qui/Sex/Sáb
Local: Metropolitana Praça da Igreja

GUARÁ II
10, 11 e 12 de Dezembro – Qui/Sex/Sáb
Local: Praça da Quadra 40

VARJÃO
17, 18 e 19 de Dezembro – Qui/Sex/Sáb
Local: Praça ao Lado da Administração

PLANALTINA
26, 27 e 28 de Dezembro – Sáb/Dom/Seg
Local: Entrada Vale do Amanhecer

Serviço

CINEMA PARA TODOS
Data: 20 de novembro a 28 de dezembro 2015
Horário: 19h30
Locais: Candangolândia (Ao lado do Salão Comunitário), Vargem Bonita (ao lado do Posto), Núcleo Bandeirante (Metropolitana Praça da Igreja), Guará II (Praça da Quadra 40), Varjão (Praça ao Lado da Administração), Planaltina (Entrada Vale do Amnhecer).
Coordenação: José Damata
Classificação indicativa: Consulte a programação
Informações: (61) 3321-9922 e (61) 9158-2725
ENTRADA FRANCA

Anterior Pedro Paulo & Matheus na Bamboa
Próximo Mostre-se para Viver