Cinema, oficinas e música se misturam às paisagens do Cerrado com uma programação que destaca a arte realizada no DF e em Goiás no CineFest São Jorge

Quem já costuma se refugiar na Chapada dos Veadeiros aos fins de semana, desta vez terá um motivo a mais. Entre os dias 25 e 27 de outubro acontece o CineFest São Jorge, levando uma programação com o que há de melhor na programação cinematográfica do Centro-Oeste, unindo a sétima arte com as belezas do Cerrado. A entrada é franca.

. O CineFest São Jorge tem patrocínio da Itaipu Binacional e da Gráfica Movimento. Realizado por meio de parcerias com os comerciantes e pousadas locais, o festival teve sua primeira edição no ano passado e levou para o vilarejo de São Jorge cerca de 3 mil espectadores movimentando a economia local e dando aos moradores de São Jorge a chance de ver um filme na telona.

Neste ano, a programação aposta mais uma vez na identificação do público com o que ver na tela. Por isso, os curadores João Paulo Procópio e Lidiana Reis selecionaram filmes de destaques realizados no Distrito Federal e em Goiás.

No dia 25, abre o festival o documentário Taego Ãwa (GO), de Marcela Borela e Henrique Borela. O trabalho teve início quando a dupla de cineastas encontrou uma VHS e decidiu investigar o conteúdo, descobrindo uma história de luta e resistência de um povo esquecido. A exibição será precedida pelos curtas Silêncio e Som (GO), de Mateus Almeida, e De Repente (DF), de Bruno Caldas.

No dia 26, é a vez de As Duas Irenes (GO), de Fábio Meira, premiado no Festival de Gramado. O filme acompanha uma menina de 13 anos, que descobre que seu pai tem uma filha com outra mulher, e que essa menina tem a mesma idade e o mesmo nome dela. Os curtas da noite serão Roda da Fortuna (DF/GO), de Luciana Porto, e Raízes do Cerrado e a Farmácia Cabocla (GO), realizado pelo coletivo Oyá de São Jorge, Na primeira edição, o Oyá produziu um curta especialmente para o festival em homenagem aos combatentes do incêndio que devastou a Chapada dos Veadeiros em outubro do ano passado.

Já no dia 27, encerrando o CineFest será exibido o longa A Repartição do Tempo (DF), de Santiago Dellape, premiado no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e, em Portugal, no Fantasporto. Na trama, um patrão quer utilizar uma máquina do tempo para prender seus funcionários e obriga-los a trabalhar incessantemente. Resta a Jonas, um dos empregados, encontrar uma forma de fugir e conseguir ajuda. Neste dia, os curtas serão Outro Fogo (DF/GO), de Guilherme Moura Fagundes, e À Tona, de Dani Cronemberger. Neste dia, haverá ainda o lançamento do livro O Que É O Que É? Infâncias Kalunga, de Marise Glória Barbosa.

Para animar os expectadores, antes e depois de cada sessão, haverá discotecagem com o DJ Nagô. Com influência na música negra, Nagô se tornou popular por apostar no formato vinil para tocar o melhor do samba, reggae blues, rock, jazz e afrobeat.

Mostra infantil

No dia 27, a criançada terá uma programação especial para elas. A partir das 19h, serão exibidos os curtas A Piscina de Caique (GO), de Raphael Gustavo da Silva, A Câmera de João (GO), de Tothi Cardoso, Meu Amigo Nietzsche (DF), de Fauston, e O Malabarista (GO), de Iuri Moreno.

Oficinas e homenagens

A partir do dia 22 de outubro, o cineasta Renan Montenegro vai ministrar uma oficina de filmes curtíssimos feitos com o celular com os moradores e frequentadores da região. O melhor trabalho, receberá o prêmio Dizo Dal Moro, homenagem ao cineasta que realizou a oficina na primeira edição e faleceu em 2017.

Seguindo a tradição, será homenageado também uma profissional da área técnica do cinema como forma de reconhecimento a quem está por trás das câmeras. O festival vai homenagear ainda um nativo da região de São Jorge. A escolhida desse ano é a musicista e arte-educadora Doroty Marques, responsável pelo projeto Turma que Faz, que utiliza música para despertar a sensibilidade artística nas crianças do vilarejo, onde vive desde 2003.

Serviço

CineFest São Jorge
De 25 a 27 de outubro (quinta a sábado)
Local: Praça do Artesão – Vila de São Jorge, Chapada dos Veadeiros
Entrada franca

Programação do CineFest São Jorge 2018

25 de outubro – Quinta
Às 20h
Som e Silêncio, de Mateus Almeida
GO, Experimental, 16m10s

De repente, de Bruno Caldas
DF, Ficção, 20m

TAEGO ÃWA, de Henrique Borela e Marcela Borela
GO, Documentário, 1h15m

26 de outubro – Sexta
Às 20h
Raízes do Cerrado e a Farmácia Cabocla, de Oyá Coletivo
GO, Documentário, 15m

Roda da Fortuna, de Luciano Porto
DF/GO, Chapada, 13m23s

Duas Irenes, de Fábio Meira
GO, Ficção, 1h25m

27 de outubro – Sábado
Às 19h – Mostra Infantil
Piscina de Caique, de Raphael Gustavo da Silva
GO, Ficção, 15m

A Câmera de João, de Tothi Cardoso
GO, Ficção, 22m

Meu Amigo Nietzche, de Fauston
DF, 15m

O Malabarista, de Iuri Moreno
GO, Animação, 10m55

Às 20h

Outro Fogo, de Guilherme Moura Fagundes
DF/GO, Documentário, 21m

À Tona, de Dani Cronemberger
DF/GO, Ficção/Documentário, 14m50s

Repartição Do Tempo, de Santiago Dellape
DF, Ficção, 1h40m

Anterior Dança do ventre e buffet árabe no Empório Árabe sexta-feira
Próximo 68ª edição do Mercadinho do Brasília neste sábado (27)