O maior festival de artes cênicas da região central do Brasil, Cena Contemporânea reservou espetáculos infantis para os fins de semana

Um dos cinco maiores festivais de teatro e dança do Brasil, o CENA CONTEMPORÂNEA vai ocupar todos os principais teatros do Brasil com uma intensa programação, de 21 de agosto a 2 de setembro. E para os finais de semana, o festival reservou dois espetáculos que, além de oferecerem imagens deslumbrantes visualmente, contêm mensagens ligadas à busca da felicidade, ao respeito ao semelhante, à afirmação de direitos, à celebração da diversidade e do autoconhecimento. Programa para toda a família!

No domingo, dia 26, no Teatro Funarte Plínio Marcos, será possível conhecer de perto a história de vida do príncipe Sidarta Gautama, que há 2.500 anos largou o luxo dos palácios em nome da compaixão e veio a se tornar o Buda. O espetáculo é o nono musical da Banda Mirim, de São Paulo, e mistura elementos das culturas indiana e brasileira. Eleito Melhor Espetáculo Jovem de 2017, “Buda – Banda Mirim” é atração que encanta pessoas de todas as idades e que poderá ser visto em dois horários, às 11h e às 17h.

No final de semana seguinte, dias 1º e 2 de setembro, também no Teatro Plínio Marcos, sempre às 17h, o palco será tomado por outra história de superação, a da menina Malala, que sofreu um atentado no Paquistão, quando voltava da escola, pelos talibãs que são contra o ensino para mulheres. Malala não só sobreviveu ao atentado como fez da educação para mulheres em seu país uma bandeira de luta pelos diretos das mulheres. Seu trabalho foi reconhecido mundialmente e ela se tornou a pessoa mais jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz. “Salve, Malala!” é um espetáculo premiado que conta toda essa história, misturando Brasil e Paquistão sob as lentes da educação.

Espetáculo Buda Banda Mirim
Buda Banda Mirim | Foto: Jonatas Marques

Os ingressos para os espetáculos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) e já podem ser adquiridos através da internet – no site www.eventim.com.br – ou em pontos de venda físicos – na Central de Ingressos no Brasília Shopping e na FNAC do Parkshopping. Além das crianças, têm direito à meia-entrada estudantes, professores, idosos e pessoas com necessidades especiais, assim como clientes da Claro (mediante apresentação de fatura da conta).

O CENA CONTEMPORÂNEA tem coordenação geral de Michele Milani e curadoria de Alaôr Rosa. Este projeto é realizado com recursos da Lei de Incentivo à Cultura do Distrito Federal e Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal; patrocínio: Claro e Banco do Brasil; realização: Cena e Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília; apoio: SESC.

Mais informações: www.cenacontemporanea.com.br

Eespetáculos

Apresentações dia 26

Teatro Plínio Marcos Funarte, às 11h e 17h

BUDA – BANDA MIRIM – SÃO PAULO
Dramaturgia e direção: Marcelo Romagnoli
Direção musical: Tata Fernandes
Cenografia: Marisa Bentivegna
Intérpretes: Alexandre Faria, Cláudia Missura, Edu Mantovani, Lelena Anhala, Luciana Araújo, Nina Blanth, Nô Stopa, Olívio Filho, Simone Julian, Tata Fernandes, Thiado Amaral

Resultado de três anos de pesquisa, o nono musical da Banda Mirim leva para a cena a história do jovem príncipe Sidarta Gautama, que há 2.500 anos abandonou os luxos do palácio para conhecer o mundo real, alcançando a iluminação após uma profunda jornada de autoconhecimento. Para contar a história do Buda, o grupo mescla elementos de várias tradições, recuperando ritmos africanos, orientais e nordestinos, do Reisado brasileiro às danças do Bollywood indiano. A criação do espetáculo bebeu da fonte de clássicos da literatura oriental como “DAMAPADA”, um compêndio de versos que trata dos ensinamentos e da prática budista.

BANDA MIRIM – Especialista em criar espetáculos que mesclam teatro, música e circo para crianças e jovens. Seu repertório conta com os musicais “Felizardo” (2004); “O Menino Teresa” (2007), que foi transformado em um programa da TV Cultura e em uma série de oito episódios publicadas no suplemento infantil da Folha de S.Paulo; “Sapecado” (2008), eleito o melhor espetáculo infantil pelo Guia Folha e pela revista VEJA; “Espoleta” (2010); “Rádio Show” (2011); “A Criança Mais Velha do Mundo” (2011), “O Fantasma do Som” (2013) e “Festa” (2014).

DURAÇÃO: 60 MINUTOS
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: LIVRE

Apresentações dias 1º e 2 de setembro

Teatro Plínio Marcos Funarte, 17h

SALVE, MALALA! – CIA LA LECHE – SÃO PAULO
Dir. Cris Lozano
Dramaturgia: Alessandro Hernandez
Intérpretes: Alessandro Hernandez, Léia Rapozo

Espetáculo criado para crianças a partir de três anos de idade. A biografia da jovem paquistanesa Malala, baleada pelo Taleban quando voltava de ônibus da escola e premiada com o Nobel da Paz, inspirou uma história que propõe o encontro entre Brasil e Paquistão, sob as lentes da educação. Para construir a trajetória dos personagens Yan e Sofia, foram ouvidos estudantes secundaristas brasileiros sobre a situação das escolas hoje.
Seus desejos e angústias estão refletidos no espetáculo, que mostra uma aldeia que está sofrendo um grande ataque de seu rei, que é contra escolas para meninas. Dois amigos assistem a tudo, rememorando a vida de personagens importantes da vida local e assistindo a uma reviravolta na história. O espetáculo recebeu o Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem 2017.

CIA LA LECHE – Coletivo que investiga a relação entre a narrativa escrita e a narrativa cênica, ao transportar obras literárias para o teatro. A companhia é interessada em levar para o palco assuntos importantes que possam ser tratados de maneira poética e lúdica.

DURAÇÃO: 50 MINUTOS
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: LIVRE

Anterior Outback apresenta combinações inéditas de seus pratos favoritos
Próximo José A Figueroa: Um Autorretrato Cubano na Caixa Cultural