O lançamento do livro Vinte poemas de amor para se ler tomando café de Cecilia Sóter será no Beirute

No dia 2 de outubro, o Beirute da 109 sul será palco de estreia da poeta brasiliense Cecilia Sóter com o livro Vinte poemas de amor para se ler tomando café. A jornalista se aventura na escrita poética e traz no livro, como o título já diz, vinte poemas que contam um pouco sobre suas aventuras amorosas.

Filha do poeta Sóter, conviveu com a poesia desde pequena e sempre se arriscou nos versinhos. Hoje com a maturidade e a chegada dos 30 anos resolveu levar à público esses desabafos amorosos. “Já plantei uma árvore, estou lançando um livro, agora só vai faltar o filho”, brinca.

Com uma leitura leve e jovem a escritora convida o leitor a fazer uma viagem por suas desventuras que tem como plano de fundo paisagens como o calçadão de Ipanema e o cerrado. Algumas com tons eróticos, ela transmite em seus versos experiências que toda jovem mulher já passou (ou ainda vai passar).

O livro traz a apresentação da poeta e ativista cultural Marina Mara e prefácio do também poeta e jornalista André Giusti. As ilustrações são de Gabriel Rosa e a capa de Potyguara Neto.

Capista, arte à vista

A capa de um livro é um convite à leitura. No Vinte poemas de amor para se ler tomando café, foi o publicitário e design gráfico Potyguara Neto quem elaborou este convite.

O goiano de Catalão começou o trabalho com arte nos anos 1980 quando ainda nem se sonhava com design digital. “Nossos “softs” eram pena nanquim, curva francesa, régua paralela, compasso, letra set, aranha, pantógrafo, enfim… A área de trabalho era a prancheta”, conta. Ele explica com tom de humor que, com a chegada do computador, essas ferramentas se transformaram em uma espantosa fonte de possibilidades. “Destaco uma ferramenta peculiar: o comando ctrl+z do Windows. Antes não podia nem pensar em errar, pois se no final a arte não agradasse tinha que refazer. Hoje o ctrl+z economiza horas de trabalho. Enfim, acho que posso dizer que aprendi na marra, fazendo”.

Quanto ao processo de criação ele explica que, uma vez de posse do briefing – que nem sempre vem completo – começa a viagem mental para vislumbrar o produto final. “Daí a pesquisa para inspiração, pesquisa de fontes, cores…. Mas tem que dar aquele estalo para se ligar no caminho a seguir”.

Serviço

Lançamento do livro Vinte poemas de amor para se ler tomando café de Cecilia Sóter

Dia: Quarta-feira, 2 de outubro de 2019
Hora: de 19h às 22h
Local: Beirute 109 sul
Valor: R$25
Contato: (61)9 8446-1385

Anterior Comédia e bom humor ao quadrado no Teatro
Próximo Lexa lança “Chama Ela” em parceria com DJ Pedro Sampaio