Criação de app digital, experimentação auditiva, mágica e palhaçaria e feira de trocas movimentam a semana do CCBB Educativo

A segunda semana de dezembro concentra boa parte da programação mensal do CCBB educativo-dezembro. As atividades contemplarão várias modalidades do programa: Processos compartilhados—Criação de app com os artistas Phil Jones e Biophillick; Atividade Extra de Natal—Feira de Trocas com a estilista Fernanda Ferrugem; Múltiplo Ancestral—Isto é Mágica com a palhaça Matusquella; Lugar de Criação—Ultra-Som! com monitores do Educativo, e visitas educativas, mediadas e mediadas em libras.

As ações dialogam com as exposições e demais agendas do CCBB. Destina-se a todos os públicos com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não-governamentais, artistas, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte e da cultura e interessados.

Todas as atividades são gratuitas, mas para participar de algumas delas é necessária uma pré-inscrição.

Confira a programação completa:

Processos Compartilhados- com Phil Jones e Biophillick

12/12, das 14h às 19h
Processo de seleção por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com
Sinopse: m1cr0zewp.bio – Microdiálogos digitais com a biophillia de Bjork

A oficina realizada pelos artistas Phil Jones e Biophillick propõe um mergulho na arte interativa. Partindo do estudo inicial de alguns projetos desenvolvidos por Phil Jones, de instrumentos virtuais e sistemas de fabricação a shows interativos, o público inscrito terá a oportunidade de analisar e finalizar um novo aplicativo. O app será criado a partir de trabalhos multimídias dos dois artistas, abraçando o desafio de adaptar uma obra audiovisual para uma obra interativa, tal qual como ilustrado na exposição da Bjork. Além de entender como funciona um aplicativo desse tipo, será possível para os participantes contribuir com ideias visuais e musicais, e mesmo com algoritmos de interação. Ao final da oficina, o aplicativo será disponibilizado para todos (apenas aparelhos Android).
Obs.: aqueles que quiserem trazer seu laptop e aprender um pouco de programação serão bem-vindos, mas isso não será essencial para o curso.

Sobre os convidados

Phil Jones é músico, artista digital e desenvolvedor de softwares musicais, com mestrado em artes computacionais pela Goldsmiths, Universidade de Londres. Trabalha com aplicativos interativos; escreve softwares; toca com a Orquestra de Laptops de Brasília e com o coletivo Nômade Lab; compõe música para dança contemporânea, performance e instalação; é responsável pelo núcleo de “Musichacking” do Calango Hacker Clube de Brasília e é curador do projeto Dionysian Industrial Complex. Biophillick (Jhavier Loeza) é arquiteto, músico experimental e artista multimídia mexicano. Nos últimos três anos vem apresentando concertos multimídia com música eletrônica, performance e projeção.

Lugar de Criação- Desde pequeno – Ultra Som!

14 e 15/12 , das 10h às 12h e das 15h às 17h
Sons de acalanto, de carros, de animais de risadas, de chuva… Tudo é som e música para bebês na primeira infância! Pensando nisso o Lugar de Criação de dezembro convida bebês e crianças pequenas para experimentações sonoras na sala do educativo. O que acontece quando um bebê escuta sua própria voz reverberando? Ou quando escuta a voz de seu cuidador modificada?

Atividade Extra de Natal: Feira de trocas – com mediação de Fernanda Ferrugem

14/12, das 14h às 18h
Sinopse: Neste final de ano, o Programa CCBB Educativo propõe mais uma edição da Feira de Trocas. A fim de valorizar o pensamento sobre sustentabilidade e as trocas não-monetárias, a ação é voltada para o consumo consciente, democratizando a cultura do reuso e transformação das coisas. Neste dia, Fernanda Ferrugem convidará os participantes a perceber os potenciais da moda a partir da perspectiva da reciclagem e da experimentação. Todos estão convidados a participar da feira de troca de roupas, livros, discos, brinquedos e o que mais se quiser trocar. A ocasião é perfeita para curtir os jardins do CCBB, fazer um pic nic, ouvir boa música e celebrar a vida.

Sobre Fernanda Ferrugem

Estilista brasiliense, Fernanda Ferrugem representa o design autoral da cidade há 15 anos. Em seu processo de criação, adota a perspectiva do reaproveitamento e reciclagem (upcycling), técnica sempre presente em seu ateliê. Ativista do movimento “Compre De Quem Faz”, incentiva uma maneira diferente de consumo, em que é valorizado o artista local, a história do produto e a consciência ambiental.

Múltiplo Ancestral – Isto é mágica, com a palhaça Matusquella (LIBRAS)

15/12, às 16h
Sinopse: Uma tradicional apresentação de mágicas feitas com cartas, cordas e outros objetos mágicos. Só que com um detalhe…. O “mágico” é uma palhaça.

Sobre a palhaça Matusquella

Mestre em Artes Cênicas (UNB), criou e coordena o Festival Palhaças do Mundo, uma mostra composta, essencialmente, por palhaças e que deu origem a seriado audiovisual homônimo. É criadora e coordenadora da CiRcA Brasilina, o primeiro picadeiro feminino do Brasil. Destaca-se também pelo projeto Pipocando Poesia, uma vitrine viva de seus produtos culturais e de sua poesia. Em 2017 recebeu o I Prêmio Igualdade de Gênero na Cultura, outorgado pela Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal, por seu trabalho pela palhaçaria feminina e pela promoção da protagonismo da mulher na arte.

Visitas educativas agendadas

Ter, Qua, Qui, Sex
Duração: 1h30
Ter a sex: 9h30, 10h30, 14h, 14h30 e 15h30
Qua e qui: 9h30, 10h30, 14h, 14h30, 15h30 e 19h
E-mail para agendamento: agendamentodf@ccbbeducativo.com
No momento do agendamento é possível escolher entre opções de visitas com atelier, visita à exposição ou visita patrimonial. Às quintas, às 14h30 há um horário disponível para a visita em Libras, exclusivo para grupos agendados.

Visitas mediadas

Ter, de 12h às 13h | 17h às 18h | 18h às 19h
Qua a sex, de 12h às 13h | 18h às 19h
Sáb, de 12h às 13h | 18h às 19h
Domingos e feriados, de 12h às 13h | 18h às 19h
Até 20 pessoas. Não necessita agendamento.
O grupo será formado 15 minutos antes do horário da visita.
Visita ao acervo do Museu do Banco do Brasil ou à exposição “Björk Digital”, em cartaz no CCBB DF de 03/12/2019 a 09/02/2020.

Visitas mediadas em libras

Ter, às 18h, sex às 19h e sáb às 17h
Até 20 pessoas. Não necessita agendamento.
O grupo será formado 15 minutos antes do horário da visita.
Visita realizada em Libras com tradução em português ao acervo do Museu do Banco do Brasil ou à exposição “Björk Digital”, em cartaz no CCBB DF de 03/12/2019 a 09/02/2020.

SOBRE AS ATIVIDADES DA SEMANA

LUGAR DE CRIAÇÃO

Todos os fins de semana, o educativo desenvolve programações especiais visando a ocupação, a convivência, a criação e o diálogo com a arte, para as crianças e suas famílias. O Lugar de Criação é um projeto dedicado ao público infantil, com interesse na experimentação da arte e das linguagens contemporâneas.

Nele, os educadores e, por vezes, artistas convidados, realizam atividades e intervenções que estimulem a socialização, a curiosidade, a descoberta, a reflexão, o fazer coletivo e a cultura do brincar. O Lugar de Criação possui quatro segmentos:
Desde pequeno – Dedicado à primeira infância, integração e socialização das crianças e os seus responsáveis, têm como foco os primeiros contatos com as exposições e seus conteúdos.

MÚLTIPLO ANCESTRAL

Plataforma de trocas entre o público, as mestras e mestres ligados a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória, o afeto e o patrimônio.

PROCESSOS COMPARTILHADOS

Curso aborda aspectos da concepção, montagem, expografia e reflete sobre as especificidades de uma exposição. Voltado para formação de artistas, educadores, críticos, curadores e demais profissionais do campo da arte e da produção cultural. Utilizará as montagens das exposições como potente espaço de formação profissional nos quais serão evidenciados questões como: iluminação, sinalização, peças gráficas, concepção e atividades educativas.

VISITAS EDUCATIVAS AGENDADAS

Os educadores realizam visitas agendadas, inclusivas, com grupos escolares e não escolares, visando criar um espaço de diálogos e trocas de experiências e saberes aliado às práticas artísticas, culturais e sociais, abordadas pelas exposições e demais programações do CCBB. As visitas são oferecidas nas manhãs, tardes e noites, para acolher os estudantes na sua diversidade de realidades e contextos educacionais.

No momento do agendamento é possível escolher entre opções de visitas com atelier, visita à exposição ou visita patrimonial. Às quintas, às 14h30 há um horário disponível para a visita em Libras, exclusivo para grupos agendados.

VISITAS MEDIADAS

Nesta visita os educadores se juntam ao público, para dialogar, compartilhar e trocar olhares, leituras e produções de significados em torno das produções, práticas, contextos e trajetórias dos artistas que participam do acervo do Museu do Banco do Brasil ou exposições em cartaz.

VISITAS MEDIADAS EM LIBRAS

Seguindo os mesmos princípios da visita mediada, a visita em Libras é realizada em Libras com tradução em português. Ela acolhe pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva e ouvintes, numa experiência compartilhada com os educadores das exposições. São realizadas duas vezes por semana, com dias e horários pré-definidos por cada CCBB, sem necessidade de agendamento.

Informações, dúvidas e agendamento

61 3108-7624 | agendamentodf@ccbbeducativo.com | www.ccbbeducativo.com

Anterior A banda Dona Cislene faz show de lançamento de disco
Próximo Aberta temporada de confraternizações no Serra Gaúcha