Baseada em fatos reais, a peça, “Cartas Para Elsi”, retrata a história dos últimos meses de vida do escritor tcheco Franz Kafka

Durante todo o mês de março, a peça “Cartas Para Elsi” passará por diversos pontos do Distrito Federal, encantando crianças e adultos. A turnê se iniciou em Taguatinga, nos dias 9 e 10. Neste final de semana, 16 e 17, é a vez do Gama receber o espetáculo. Na sequência, a peça passa pela Asa Sul, no dia 24 e finaliza em Ceilândia, no dia 31. Assim como em Taguatinga, as apresentações do Gama e Ceilândia serão gratuitas. No Plano Piloto, a peça custa R$ 10 a meia entrada.

A narrativa mescla fatos reais com ficção e retrata a história dos últimos meses de vida do escritor tcheco Franz Kafka e sua bela amizade com a garotinha Elsi.

A adaptação é da cia brasiliense Trupe Trabalhe Essa Ideia, juntamente com a DeAraque Iniciativas Teatrais. Com direção geral de Paula Hesketh, direção cênica de Gabriela Abreu e coreografias de Fernanda Vasques, o espetáculo traz a mistura de teatro e dança, além de um surpreendente cenário que prende a plateia com sombras e projeções.

O enredo é ambientado na década de 20 e conta a história da garotinha Elsi. Tristonha, ela estava em busca de sua boneca “Brígida”, que havia desaparecido misteriosamente. Um escritor, que caminhava pelo parque, encontra a menina e, para consolá-la, diz ser um carteiro de bonecas. Então, ao longo de um ano, ele passa a escrever-lhe cartas de sua querida boneca, vindas de várias partes do mundo.

Para a diretora Gabriela Abreu, a peça fala sobre como determinados eventos, aparentemente inofensivos, podem mudar o curso da vida. “Quando se encontram, Elsi e Kafka estão em momentos de definição em suas vidas: Kafka, que já lutava contra a tuberculose há anos, vê a doença se agravar, enquanto Elsi está crescendo e precisa encarar todas as consequências do abandono da infância.”, comenta.

“São períodos assustadores para os dois. Encontrar Elsi dá um senso de propósito à vida de Kafka. E são as lições que Kafka, por meio de Brígida, fornece a Elsi que mostram a ela sobre a mutabilidade da vida, e sobre a importância de se enfrentar o inesperado com coragem e otimismo”, analisa Gabriela.

O espetáculo é um convite a toda a família. “Geralmente temos peças essencialmente infantis ou essencialmente adultas. Nossa proposta é contar uma história que possa atender a todas as idades, sem menosprezar o público infantil nem sermos simplistas demais para o público adulto”, finaliza a diretora.

A turnê de Cartas para Elsi tem o apoio do SESC e patrocínio do FAC, Secretaria de Cultura e GDF.

Serviço

Turnê Espetáculo Cartas Para Elsi
Asa Sul: 24 de março, sessão às 16h e às 18h – Teatro Goldoni, Casa D’Italia – Ingressos: R$10 a meia
Ceilândia: 31 de março, sessão às 16h e às 18h – SESC Newton Rossi
Duração: 50 minutos
Classificação Indicativa: Livre

Ficha Técnica

Elenco: Felipe Vasques, Laura Querino, Lia Botelho e Paula Hesketh
Direção Cênica e Dramaturgia: Gabriela Abreu
Coreografias: Fernanda Vasques
Cenário: Pedro Bezerra
Filmagem: Miá Filmagens
Iluminação: Marcelo Augusto
Designer gráfico: Bárbara Miranda
Figurino: Sarah Fialho
Produção de Vídeo: Bruna Martins
Animação: Sofia Coêlho
Trilha Sonora: Rodrigo Karashima
Fotografia: Lucas Casado
Direção Geral: Paula Hesketh
Direção de Produção: Raquel Fernandes
Produção Executiva: Mateus Medeiros
Assistente de Produção: Simone Mariano
Realização: Trupe Trabalhe Essa Ideia e DeAraque Iniciativas Teatrais

“Cartas Para Elsi”
“Cartas Para Elsi” | Foto: Lucas Casado
Anterior Vivalá oferece últimas vagas para exeriências de ecoturismo
Próximo Lellêzinha anuncia carreira solo e assina com a BLACKTAPE