Atrizes com mais de 50 em websérie


Atrizes com mais de 50 são tema de websérie, “Mulheres Virais” estreia segunda temporada dia 31 de março

Susana, Marli e Lúcia são atrizes que se conheceram na década de 80, durante um curso de interpretação promovido por um diretor canastrão que seduziu as três, fazendo com que se separassem. Trinta anos depois, elas se juntam novamente para tentar fazer sucesso com a ajuda da internet e do filho de Lúcia, Juca, que não tem a menor ideia do que está fazendo.

As dificuldades de se encontrar bons papeis para atrizes depois dos 50 anos e a busca por reconhecimento norteiam a websérie de comédia “Mulheres Virais”, que estreia sua segunda temporada dia 31 de março. Na primeira, as três atrizes passaram cinco episódios tentando rodar um filme independente de baixo orçamento, mas sem sucesso. Na segunda, elas vão buscar reconhecimento na internet, mas sem saber direito como ela funciona.

“A primeira temporada fez um grande sucesso entre mulheres na faixa dos 40 e 60 anos, um grupo que não é muito representado nas séries de televisão, muito menos na internet”, explica o criador e diretor da websérie, o brasiliense Guilherme Macedo. “Hoje, a maioria do que é produzido na web é voltado para os jovens, ignorando um grande número de pessoas mais velhas que também estão conectadas”, complementa.

O elenco é formado por atrizes da TV e do teatro, como Regiana Antonini, que faz parte do elenco da série Adorável Psicose, do Multishow, e Beth Zalcman, indicada ao Prêmio Shell 2016 de Melhor Texto com a peça “Brimas”. Todos os episódios estarão disponíveis a partir do dia 31, no Youtube e no Facebook.

Ficha técnica

Elenco: Regiana Antonini, Beth Zalcman, Odete Rocha e Bruno Tasca. Participação especial: Andrezza Abreu.
Direção: Guilherme Macedo e Paola Veiga
Roteiro: Guilherme Macedo
Com Beth Zalcman, Regiana Antonini e Andrezza Abreu, como Zéfira.
Facebook: https://www.facebook.com/webseriemulheresvirais/

Anterior Wagner Simão no Barril 66
Próximo Nego do Borel no Baile do Presidente