Anti Status Quo Companhia de Dança oferece curso de dança contemporânea com Luciana Lara esse mês. As aulas são gratuitas e o curso é recomendado para todos que tenham interesse na relação entre arte e cidade

O Projeto Zona de Contágio, em parceria com a Anti Status Quo Companhia de Dança, vai oferecer o curso “Corpo e Cidade: Mergulhos de criação em Dança Contemporânea”, com aulas ministradas por Luciana Lara. O curso é gratuito e será dividido em dois módulos com duração total de 13 dias. O primeiro módulo do curso acontece do dia 17 a 21 de junho, com uma pausa, e retorna dia 24, indo até 28 de junho. O segundo módulo começa dia 05 e vai até 07 de julho. As aulas acontecerão no Centro de Dança do DF e são indicadas para maiores de 18 anos.

O curso abordará a relação entre a dança e as artes visuais, passando pelas intervenções urbanas, o cinema, a fotografia e outras disciplinas não artísticas como filosofia, etnografia e experimentos sociais. A grade foi montada com base na vivência e recriação dos espetáculos “Microutopias Cotidiana Aglutinantes do Lugar – Uma Instalação Coreográfica” e “De Carne e Concreto”. O projeto conta com financiamento do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal e apoio do Centro de Dança do DF.

As aulas serão conduzidas pela coreógrafa e diretora artística Luciana Lara, fundadora da Anti Status Quo Companhia de Dança. Ela é Mestre em artes no Programa de Pós-graduação em Artes da Universidade de Brasília e possui especialização no Laban Centre for Movement and Dance em Londres. Já produziu diversos espetáculos, além de intervenções urbanas e exposições. É também uma das referências no estudo entre corpo e cidade.

O curso será dividido em dois módulos. O primeiro será focado na vivência da recriação do último trabalho da Anti Status Quo Companhia de Dança, “Microutopias Cotidianas Aglutinantes do Lugar”. Por meio de reflexões e experimentações práticas, o processo criativo será refeito e haverá uma reconstrução do trabalho do site especific, em local inédito, com os participantes do curso. As aulas serão ministradas no Centro de Dança do DF, das 8h às 12h, com a carga horária total de 40 horas.

Já o segundo módulo foca na recriação do trabalho “De Carne e Concreto – Uma instalação coreográfica”, também da Anti Status Quo Companhia de Dança. O espetáculo teve repercussão nacional e internacional, sendo mencionado em importantes festivais de artes cênicas do Brasil e do exterior. A proposta é estudar a relação entre o corpo e a cidade, usando das estratégias e metodologias desenvolvidas durante o processo de criação da dramaturgia e da pesquisa de movimento que compõem este espetáculo. As aulas acontecerão de 5 a 7 de julho, sempre no Centro de Dança do DF, com carga horária total de 12 horas.

Ao final do curso será entregue certificado e a companhia irá selecionar artistas que se identificaram com o trabalho para participar de projetos futuros. Também é importante ressaltar que é possível se inscrever em apenas um módulo do curso, não sendo preciso fazer o primeiro módulo para se inscrever no segundo. Para fazer a inscrição, basta mandar um email para residenciazonadecontagio.asq@gmail.com com nome completo, idade, telefone, currículo resumido, um parágrafo de intenção e identificar se quer se matricular nos dois módulos ou apenas um.

Serviço

Curso Corpo e Cidade: Mergulhos de criação em Dança Contemporânea
Inscrições: residenciazonadecontagio.asq@gmail.com
Onde: Centro de Dança do DF

1º MÓDULO

17 a 21 de Junho e 24 a 28 de Junho
8hs a 12hs

2º MÓDULO

5 de Julho: 18h30 à 22h30
6 e 7 de Julho: 15h à 19h

Anterior Brasília recebe palestra do poeta e cordelista Bráulio Bessa
Próximo Sinestesia é o novo single de trabalho da banda Elucubro