Atração do Rock in Rio e aposta da Sony Music A Banca 021 traz reflexão e incentivo para buscarmos nossa melhor versão

Ao ouvir “Lua”, novo single de A Banca 021, que chega na próxima sexta aos aplicativos de música, é bem capaz que a pessoa já se sinta envolvida pela melodia até mesmo antes dos primeiros versos. O envolvimento só aumenta ao notar que a faixa de sonoridade urbana e produção caprichosa tem um recado essencial de reflexão: enquanto o mundo for louco e parecer não ter mais jeito, a missão de sermos o melhor de nós é de cada um e de mais ninguém.

Tudo isso chega com rica produção musical feita por Carlos do Complexo, co-produção de Ariel Donato e um clipe com belas cenas que trazem olhares firmes, consciência, encontros e inspirações dirigido por Jesus Mendes. “Lua” é o primeiro lançamento do novo projeto de A Banca 021, banda aposta da Sony Music e atração do Rock in Rio no palco Supernova.

O single chega, depois da banda vinda de Campo Grande, Zona Oeste carioca, conquistar o público e números milionários de plays (só a faixa “Libra” ultrapassa os 11 milhões no Spotify) mesclando suas rimas – muitas vezes românticas- a instrumentos bem brasileiros a beats envolventes. Partindo da vertente do Rap, hoje ousam muitas outras raízes no seu som.

Ursoleone, Porto e GB são determinados, estudam canto, estão ligados nas tendências, mas querem mesmo é fazer um som maneiro e dar o recado. Juntaram a grana dos primeiros lançamentos e alugaram uma casa de vila em Botafogo. Lá mesmo fizeram um estúdio onde passam a maior parte do tempo produzindo e compondo.

“Estamos mais inspirados com muito para dizer e fazer com o atual momento conturbado em que o mundo se encontra. E agora com um time muito mais forte pra levar o nosso som ainda mais longe”, desabafa Ursoleone.

“Hoje a gente vive diariamente o contraste social entre o lado esquecido da cidade e a área nobre (como eles chamam rs), onde as coisas funcionam de verdade. É foda… indústria, dinheiro, propostas indecentes ou decentes. E a responsabilidade só aumenta.”, avalia Porto.

O fato é que A Banca 021 está cada vez maior, mais interessante e com mais visibilidade e este single, a assinatura com uma major e a presença no Rock in Rio sevem como comprovação. E se perguntados se essa é a melhor versão do grupo, a resposta é enfática e com citação de uma grande influência, Marcelo Yuka: “Nossa melhor versão é estar sempre em busca de uma melhor versão. ‘É só regar os lírios do gueto'”, resume GB.

Mais sobre A Banca 021

A Banca nasceu em Janeiro de 2013 no bairro de Campo Grande, mas antes disso, Ursoleone e Porto já arriscaram suas rimas juntos nas primeiras rodas de RAP do bairro. Até que decidiram que era hora de se entregar de vez a arte como único propósito de vida e foi aí que nasceu a banda.

Em busca de parceiros para produzir as primeiras músicas e clipes, conheceram o GB, que além do talento musical carregava a paixão pelo audiovisual. Surgiram os primeiros ensaios, produções e clipes da banda. A partir daí criaram o conceito e lançaram sua demo experimental “GOLD” intitulado carinhosamente pelos fãs como: “O som dos viajantes”.

De lá para cá, a banda lançou singles e EPs que sedimentaram sua fiel base de fãs. Junto com produtor Carlos do Complexo, viajaram no mundo dos “GRAVES” e das “WAVES”, pegaram as estradas da vida.

Anterior Longa Natal Sangrento tem trailer e cartaz divulgados
Próximo Mosaico de Mim, livro de crônicas será lançado na quinta (10)