Na “A Fazendinha” as crianças tem a possibilidade de interagir com as tradições rurais e os diferentes animais 

A terceira edição de “A Fazendinha”, que segue até o dia 22 de setembro, ocupa o estacionamento 6 do Parque da Cidade com uma programação que tem o resgate das tradições rurais como foco principal.

Nos 43 dias de evento são esperadas cerca de 15 mil crianças, duas mil a mais do que na edição passada. A garotada estará em contato direto com mais de 60 animais, vindos diretamente da fazenda. Entre as espécies trazidas nesta edição, destacam-se: pôneis, bois, vacas, galinhas, pavões, faisões, além de cabras, ovelhas, touros e cavalos.

“Para cuidar e alimentar os bichos, foram recrutadas mais de trinta pessoas”, esclarece Jorcyane Lima, da organização de “A Fazendinha”. Ainda segundo a empreendedora, a ideia do projeto é fazer com que as crianças interajam com diferentes animais.

“Eu cresci na Fazenda Três Marias, no Gama, onde sempre tive contato com a vida rural. Com o tempo, as pessoas perderam a conexão com o campo e se tornaram totalmente urbanas, o que é lamentável, já que as nossas raízes são majoritariamente rurais”, conta. Há, também, dois horários para que as crianças tenham a chance de ordenhar as vacas: às 11h30 e às 17h30.

É a segunda vez que o projeto acontece no Parque da Cidade. “Em agosto e setembro de 2018, o evento reuniu um público de 10 mil pessoas, o que nos leva a crer que, com as novas atrações, vamos superar esta marca em 2019. Estamos oportunizando às famílias e às escolas uma opção de lazer pedagógica e divertida”, pontua Jorcyane. Em outubro, o projeto chegará em Goiânia.

Rota gastronômica

O Esquina Mineira será o restaurante oficial de “A Fazendinha” e servirá de café da manhã a lanche e almoço. “Teremos, ainda, um cardápio vegano e outro vegetariano, para atendermos a todo tipo de público”, explica.

Novidades

Fruto de um investimento de R$ 140 mil, “A Fazendinha” terá novidades nesta edição, como, por exemplo, as crianças vão poder moer e fazer o seu próprio caldo de cana.

O borboletário com borboletas de papel e aromas para chamar as borboletas de verdade entra na lista. “Teremos monjolo e apresentação com cachorros boder collier”, adianta.

Além disso, o espaço ficará aberto para aniversários. “Quem tiver filhos aniversariantes neste período e quiser fazer uma festa diferente e inusitada conosco, ‘A Fazendinha’ irá aceitar reservas para até cem convidados. Inclusive, temos uma festa fechada para setembro”, comemora.

Haverá, também, apresentação de um grupo de catira – que também pode ser chamada de cateretê – infantil (trata-se de ritmo musical marcado pela batida dos pés e das mãos dos dançarinos). E quanto aos bezerros, as crianças poderão dar mamadeira para alimentá-los.

Inscrições

As inscrições custam R$ 40 por criança (pais e acompanhantes adultos não pagam, sendo limitado à três adultos por criança, se ultrapassar a quantidade será cobrado um adicional de R$ 20) e o evento segue aberto ao público durante todos os finais de semana, das 8h às 18h (com horário de almoço das 12h às 14h). Nos dias úteis, a programação será dirigida ao agendamento de escolas das redes pública e privada de ensino.

Serviço

A Fazendinha 
Quando: De 10/08 a 22/09
Onde: Estacionamento 6 do Parque da Cidade (próximo às quadras de futebol)
Quanto: R$ 40 por criança (pais ou acompanhantes adultos não pagam)
Horário: Das 8h às 18h, com intervalo na hora do almoço (das 12h às 14h)
Agendamento para escolas: (61) 99668-0478
Informações no site

Anterior Sesc Garagem é palco de sessão gratuita de “Os Saltimbancos”
Próximo Confira as novidades da maior mostra de arquitetura