FESTIVAL EXPERIA PELA SEGUNDA VEZ NA CAIXA CULTURAL BRASÍLIA


Otto
Otto se apresenta no dia 18/02 às 19h.

Evento contempla novos nomes da música nacional e propõe a mistura de linguagens e expoentes de diferentes estados brasileiros

A Caixa Cultural traz para Brasília mais uma edição do Festival Experia, de 15 a 18 de fevereiro. Pela segunda vez na capital, o evento traça um panorama da música independente brasileira atual, reunindo compositores e artistas promissores no cenário nacional. Os ingressos começam a ser vendidos neste sábado (10), por R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

O Festival Experia 2018 reúne nomes como As Bahias e a Cozinha Mineira, BNegão, Curumin, Russo Passapusso, Pélico, Filipe Catto, Juliana Perdigão e os Kurva, Tulipa Ruiz, Márcia Castro e Otto. Além de contemplar novos nomes da música nacional, o evento propõe a mistura de linguagens e expoentes de diferentes estados brasileiros em uma programação que vai encantar o público.

A abertura do festival fica com a banda paulistana As Bahias e a Cozinha Mineira. Comandada pelas mulheres trans Raquel Virgínia e Assucena Assucena e o guitarrista Rafael Acerbi, o grupo traz canções do disco Bixa (2017), com participação do carioca BNegão. A segunda noite é comandada pelo cantor e compositor paulista Curumin. Além de apresentar as músicas do seu novo disco, Boca (2017), ele convida o baiano Russo Passapusso, vocalista da Baiana System, para subir ao palco.

No sábado, a primeira sessão será com o paulistano Pélico e seu repertório baseado no disco Euforia (2015). Seu convidado, o gaúcho Filipe Catto, também apresenta seu mais recente trabalho, Catto (2017). A segunda sessão reserva um show da artista mineira Juliana Perdigão acompanhada da banda Os Kurva, com canções do disco Ó (2016). A cantora Tulipa Ruiz é a convidada da sessão e traz releituras de carreira e novas canções em roupagem acústica.

O festival se encerra com show da baiana Marcia Castro que lança em Brasília seu mais novo disco, Treta (2017). A apresentação conta com a participação do pernambucano Otto, com músicas do seu mais recentemente trabalho, Ottomatopeia (2017).

Sobre o festival

A primeira edição do Festival Experia foi na Caixa Cultural Brasília, em 2016, com uma programação que trouxe nomes como Anelis Assumpção e os Amigos Imaginários, Lira, Marcelo Jeneci, Raquel Coutinho, Ava Rocha, Ana Cañas, Mihay e Karina Buhr. Em 2017, a Caixa Cultural Rio de Janeiro recebeu a segunda edição do evento. Na programação estavam Posada e o Clã, Mariana Aydar, Gui Amabis, Siba, Juliana Perdigão, Lucas Santtana, Lira, Juçara Marçal, Mihay, Anelis Assumpção, Duda Brack e Otto.

Sobre os artistas

As Bahias e a Cozinha Mineira (SP) – Depois do sucesso de seu primeiro disco, Mulher(2015), o grupo se apresenta pela segunda vez em Brasília. Com o disco Bixa (2017), o repertório traz a essência dos líderes da banda empunhando um discurso sobre a vivência LBGTQI+ nos tempos atuais.

BNegrão (RJ) – Considerado um dos principais e mais criativos rappers do Brasil, BNegão foi MC da banda Planet Hemp. Sua carreira solo começou no final de 2003 com o disco Enxugando Gelo. O músico lançou ainda os discos Baile Bass (2007), Sintoniza Lá (2012) e TransmutAção (2015).

Curumin (SP) – O cantor, compositor, produtor e multi-instrumentista paulistano lançou seu primeiro álbum Arrocha, em 2012, produzido coletivamente por ele, Lucas Martins e Zé Nigro. O trio se apresenta na edição 2018 do Festival Experia 2018 trazendo para o placo canções do disco Boca (2017).

Russo Passapusso (BA) – O músico tem se mostrado como uma das mais notáveis revelações da música baiana e brasileira na última década. Com o disco Paraíso da Miragem (2014) teve sua versatilidade comprovada, ao passear pelos mais distintos estilos musicais brasileiros. Russo já integrou várias bandas baianas, como Ministério Público e Bemba Trio, além de ser um dos criadores do “cavalo do cão”, da Baiana System.

Pélico (SP) – Celebrando seus 10 anos de carreira, Pélico sobe ao palco acompanhado por Regis Damasceno (guitarra), Augusto Passos (baixo), Clayton Martin Pereira (bateria) e André Lima (teclado). No repertório estão canções de seus três últimos álbuns, além de algumas músicas inéditas.

Filipe Catto (RS) – Gaúcho radicado em São Paulo e dono de uma das mais expressivas vozes da nova MPB, Filipe Catto ganhou espaço entre os grandes nomes da música brasileira. Desde seu disco Fôlego (2011), lançou Entre Cabelos, Olhos e Furacões (2013), Tomada (2015) e Catto (2017).

Juliana Perdigão (MG) – Junto com a banda Os Kurva, Juliana Perdigão traz para o público brasiliense um pouco das canções do disco Ó (2016). O repertório conta ainda com canções de colegas que a cantora já trabalhou.

Tulipa Ruiz (SP) – Tulipa é um dos principais nomes de sua geração e surpreende crítica e público a cada lançamento. O disco Tu (2017) trouxe atenção para a cantora. Produzido e gravado em Nova York, o disco conta com releituras intimistas de sucessos de carreira e algumas músicas inéditas.

Márcia Castro (BA) – A baiana iniciou sua carreira aos 16 anos e lançou seu primeiro disco,Pecadinho, em 2006. Depois de De pés no chão (2012) e Das coisas que surgem (2014), veio o projeto musical Eletrobailada que resultou no quarto disco, Treta, lançado em 2017. Sensual e provocante, o álbum explora o universo eletrônico e suas conexões com os ritmos tropicais.

Otto (PE) – Ex-percussionista da primeira formação da Nação Zumbi e do Mundo Livre S/A, Otto apresentou suas linhas vocais no álbum Samba pra Burro (1998). Depois disso lançou Condom Black (2001), Sem Gravidade (2003) e The Moon 1111 (2012). Seu mais recente trabalho Ottomatopeia (2017) conta com letras marcantes e essência intimista.

Programação
15/02 (20h) – As Bahias e a Cozinha Mineira convidam BNegão
16/02 (20h) – Curumin convida Russo Passapusso
17/02 (17h) – Pélico convida Filipe Catto
17/02 (20h) – Juliana Perdigão convidaTulipa Ruiz
18/02 (19h) – Márcia Castro convida Otto

Serviço

Festival Experia 2018
Local: Teatro da Caixa Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)
Dias: 15 a 18 de fevereiro de 2018
Horários: quinta e sexta-feira às 20h; sábado às 17h e 20h; domingo às 19h
Classificação indicativa: não recomendado para menores de 12 anos
Duração: 90 minutos
Ingressos: à venda a partir de 10 de fevereiro | R$ 20 e R$ 10 (meia entrada)
Meia-entrada: estudantes, professores, funcionários e clientes Caixa, pessoas acima de 60 anos e doadores de 1kg de alimento não perecível.
Capacidade: 406 lugares (8 para cadeirantes) | Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h; e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456
Patrocínio: Caixa e Governo Federal
Produção: Guilherme Tavares | umnomecomunicacao@gmail.com | (61) 99218-5001

Anterior BierFass Lago promove Bailinho Infantil de Carnaval
Próximo Após sucesso em 2017, Um Reles Potter entra em cartaz na Funarte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *